Semana de pausa na Superliga para as equipes masculinas. E de outro desafio para seis delas, incluindo três representantes mineiros na competição. Cruzeiro, Montes Claros e Juiz de Fora entram em quadra em busca do título da Copa do Brasil, campeonato de tiro curto em que o troféu está a apenas três partidas de distância.

O regulamento deste ano, que garantiu vaga nas semifinais ao mandante da fase decisiva, o Campinas, tirou do Minas a chance de também participar, já que se classificaram os seis primeiros do turno da Superliga, emparelhados em confrontos eliminatórios de acordo com as posições, com mando dos times melhor colocados (casos de Cruzeiro e Montes Claros, enquanto o Juiz de Fora atuará longe da torcida).

A equipe da Zona da Mata será a primeira a entrar em quadra, às 19h, no Ginásio da Vila Leopoldina, em São Paulo, contra o Sesi, de Bruninho, Serginho, Théo e Lucão. Ainda às voltas com as dificuldades financeiras para concluir a temporada e em busca de novos apoiadores, a equipe do técnico Henrique Furtado fez jogo equilibrado com o Campinas, no sábado (derrota por 3 a 1 fora de casa) e aposta, além do central Renan, de 2,17m, no jovem oposto colombiano Juan Moreno, que tem feito boas atuações.

Pouco depois, às 20h, será a vez de o Montes Claros fazer o Poliesportivo Tancredo Neves tremer. A ótima campanha na primeira metade da fase classificatória da Superliga deu, ao Pequi Atômico, a chance de fazer em casa o confronto com o Taubaté, de Wallace, Lucarelli, Otávio e Éder Carbonera. Se a força do adversário é motivo para preocupação e foco redobrados, o retrospecto recente traz motivos para otimismo. Na Superliga, vitória mineira por 3 a 1 no interior paulista, na última semana de novembro. O técnico Marcelinho Ramos sabe, no entanto, que uma inédita classificação às semifinais da Copa Brasil, exigirá uma atuação ainda mais equilibrada e eficiente em todos os fundamentos, além de todo o apoio da apaixonada torcida.

Atual campeão, o Cruzeiro jogará amanhã, contra o Canoas, às 20h, no Poliesportivo do Riacho, em Contagem. A equipe do técnico Marcelo Méndez defende uma invencibilidade em torneios que começou na Superliga 2014/2015 e, desde o começo da atual competição nacional, perdeu apenas três sets.

As semifinais, com a participação do Campinas, estão marcadas para o dia 19, no Ginásio do Taquaral. O campeão será conhecido dia 21. A versão feminina da Copa do Brasil terá início dia 16, com o mesmo sistema, mas as oito melhores no turno da Superliga em ação. O Minas enfrentará o Brasília dia 17, na capital federal. Na mesma data, as meninas do Praia Clube vão encarar o Bauru, em Marília (SP). Semifinais e final serão disputadas também em Campinas, nos dias 27 e 28.