Um mês internado, 30 quilos a menos, quatro cirurgias, 10 transfusões de sangue, diversas sessões de quimioterapia, dificuldade para andar e se alimentar e o desafio de acreditar na recuperação e numa vida longa. De três meses para cá, esta foi a luta enfrentada pelo atleticano Felipe Vilela, de 20 anos.

Apaixonado pelo alvinegro, o londrinense, que há alguns anos mora em Divinópolis, neste domingo (10) teve uma das melhores experiências da vida. Pela primeira vez, ele e a namorada Carolina foram ao Independência ver de perto o clube de coração. A goleada por 5 a 2 sobre o Fluminense, além de garantir mais três pontos e a vice-liderança no Campeonato Brasileiro, serviu para recarregar as energias do torcedor, que tem como principal adversário um câncer em estado avançado.

"Comecei o meu tratamento há dois meses, e o que mais me deu força para suportar foi o futebol, e hoje ele me deu mais uma prova que é mais que isso. Tive um dia maravilhoso, graças ao Cézar Vouguinha - atleticano que conheceu pelas redes sociais e que lhe deu de presente a ida ao Horto - e, claro, ao meu amor, que se não fosse ela não teria conhecido pessoas tão maravilhosas como conheci hoje", relata Felipe ao Hoje em Dia.

"Que dia especial e bacana, estou compartilhando com vocês só um pouquinho do que foi esse dia. Obrigado aos meus amigos que proporcionaram isso. E, claro, ao Atlético, por quem eu sou apaixonado e me traz tanta alegria. Nunca desista. Deus irá retribuir tudo", acrescenta, emocionado.