Ser decisivo parece estar no sangue do meia Thiago Neves. Bastante criticado pelas  últimas atuações pelo time celeste, o camisa 30 do Cruzeiro brilhou novamente num duelo importante, deixou um jejum de 12 jogos sem marcar de lado, e ajudou a Raposa a dar passo importante nas oitavas de final da Copa Libertadores.

O tento anotado contra o Flamengo, em pleno Maracanã, ajudou na vitória por 2 a 0, e fez o torcedor da equipe mineira viver novamente uma lua-de-mel com o melhor jogador do elenco no ano passado.

Leia mais:
Com show de time e torcida, Cruzeiro vence no Maraca e dá passo gigante na Libertadores
Mano destaca 'tamanho de vitória' no Maracanã, mas pede atenção para confronto em Minas
Neves quebra jejum de 12 jogos sem marcar, relembra vaias e comemora volta por cima
 

Feliz com a volta por cima e por ter voltado a ser festejado pela "China Azul", Neves agradeceu o apoio, desabafou sobre as cobranças e comemorou bastante a vitória.

"A gente mereceu o resultado pelo o que apresentou em campo. Fico feliz por quebrar o jejum, principalmente por ter sido num jogo como esse", disse.

"O alívio é muito grande. Sou muito cobrado no Cruzeiro. Pela contratação no ano passado, pelos títulos. Fiquei chateado pelas vaias no Mineirão. Sempre procurei trabalhar e me fortalecer, até pelas lesões que tive. Mas tem muitos torcedores que me mandam mensagens de apoio. Esse gol foi para a torcida que veio apoiar o Cruzeiro", finalizou.