O primeiro clássico da temporada no Campeonato Carioca colocará frente a frente duas equipes que tropeçaram na rodada de abertura. O Fluminense, que perdeu na estreia, encara o Botafogo, que apenas empatou em seu primeiro jogo, no estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro. Apesar de a primeira amostra ter sido pavorosa para as torcidas dos dois times, a promessa é de um bom jogo neste sábado, às 17 horas.

O alento para os tricolores é que o técnico Abel Braga prometeu mandar a campo força máxima - o time foi praticamente todo reserva diante do Boavista, na última quarta-feira. O Fluminense deve inclusive ter Marlon no lado esquerdo. O jogador treina com o grupo desde o início do mês, mas teve o seu contrato regularizado apenas nesta semana.

Por outro lado, a saída de alguns dos principais jogadores da última temporada e o mau desempenho na Florida Cup, nos Estados Unidos - um empate e uma derrota -, fazem com que o potencial da equipe seja uma incógnita. Por isso que a esperança da torcida recai na eficiência de Henrique Dourado, artilheiro do último Campeonato Brasileiro e confirmado para o jogo deste sábado.

No Botafogo, o time será praticamente o mesmo que apenas empatou em casa com a Portuguesa na última terça-feira. A única mudança deverá ser na zaga, já que Joel Carli, com desconforto na panturrilha direita, dará lugar a Marcelo.

O técnico Felipe Conceição espera um duelo parelho. "É um clássico e as dificuldades serão para os dois lados. O Fluminense perdeu alguns atletas, mas manteve o trabalho do Abel. Não tem favorito", disse o treinador nesta sexta-feira.

Felipe Conceição também minimizou a derrota do Fluminense por 3 a 1 diante do Boavista. "O Abel preservou os atletas para o clássico", lembrou. "Observamos o jogo contra o Boavista para ver algumas peças que podem estar no jogo".