Oito jogos, oito vitórias, melhor ataque e o artilheiro da competição, além de uma das defesas menos vazadas. A campanha do Atlético no Campeonato Mineiro deixa o torcedor alvinegro eufórico, mas o favoritismo diante do Tricordiano, neste sábado (18), em partida válida pela oitava rodada, só foi confirmado após muito sufoco.

O Galo venceu a equipe de Três Corações por 2 a 1, gols de Fred - artilheiro do torneio - e Rafael Moura, nos acréscimos. Jeferson anotou para o clube do interior. Com a vitória, o Galo se mantém na liderança do Estadual, isolado, com 24 pontos. O time está matematicamente classificado para a semifinal do torneio. Já o Tricordiano, permanece na 10ª posição, com 5 pontos.

O Atlético entrou em campo sem o atacante Robinho, que teve uma infecção intestinal. Sem o camisa 7, o técnico Roger Machado optou por Danilo. O time de Três Corações optou em levar o confronto para o estádio Farião, em Divinópolis.

Nas arquibancadas, a maioria dos torcedores vestia preto e branco. Moradores da cidade e aqueles que pegaram estrada para assistir ao jogo não demoraram para soltar o grito da garganta.

Logo aos 13 minutos do primeiro tempo, o time alvinegro confirmou a superioridade em uma jogada que começou com Marcos Rocha. O lateral fez ótimo lançamento para Danilo, que entrou na área e tocou para Fred. Livre de marcação e de frente para o gol, ele não teve trabalho para empurrar a bola para o fundo das redes.

O primeiro tempo da partida foi movimentado. O Atlético sufocou o adversário, com várias jogadas de ataque. O goleiro Marcão, do Tricordiano, precisou fazer grandes defesas. A equipe do interior, comandada pelo técnico Paulo Foiani, também tentou algumas investidas, mas sem levar perigo a Giovanni.

No segundo tempo, Fred deu lugar a Rafael Moura. O artilheiro do campeonato sentiu uma pancada no tornozelo e foi poupado pelo departamento médico do time.

Valente, o Tricordiano correu atrás do prejuízo e, aos 18 minutos, conseguiu deixar tudo igual no placar. Jeferson Gomes que havia entrado no lugar de Lessinho arriscou de muito longe e a bola enganou o goleiro Giovanni.

O Atlético teve que suar a camisa para conseguir os três pontos. Somente nos acréscimos, Rafael Moura garantiu a vitória. Felipe Santana mandou a bola na área e, após o bate-rebate, o atacante pegou a sobra para desempatar na saída de Marcão.

Na próxima rodada do Mineiro, o Galo recebe a URT, no domingo (26), no estádio Independência. Já o Tricordiano, busca a recuperação diante do América. O time de Três Corações visita o Coelho, também no Horto, mas um dia antes, no sábado (25).

FICHA TÉCNICA

TRICORDIANO 1 X 2 ATLÉTICO

Tricordiano: Marcão, Marcelo Tchê (Luiz Felipe), Hitalo, Augusto, Renan, Léo Bartholo, Thiago Araújo e Edu Amparo; Rodriguinho, Lessinho (Jeferson Gomes) e Gianlucas (Gilberto Carrara). Técnico: Paulo Foiani

Atlético: Giovanni; Marcos Rocha, Felipe Santana, Gabriel e Fabio Santos; Rafael Carioca, Elias (Clayton), Otero, Danilo (Luan) e Cazares; Fred (Rafael Moura). Técnico: Roger Machado

Gols: Fred, aos 13 minutos do primeiro tempo; Jeferson, aos 18 minutos e Rafael Moura aos 46 do segundo tempo

Arbitragem: Jerferson Antonio da Costa (MG), auxiliado por Luiz Antonio Barbosa (MG) e Wellington Pereira Neto (MG)

Local: Estádio Farião, em Divinópolis

Público: 2.539 presentes e 2.492 pagantes

Renda: R$ 138.440