Após nova batalha de cinco sets, o mineiro Marcelo Melo venceu mais uma nesta quinta-feira (13) e avançou à final de Wimbledon pela segunda vez na carreira. De quebra, o mineiro retornará ao topo do ranking individual de duplas da ATP, na próxima semana. Antes disso, ele e o polonês Lukasz Kubot terão o maior desafio da parceria neste sábado, na grande final do Grand Slam britânico.

"Fiquei muito feliz também com estas duas vitórias de hoje, mas ainda falta mais um jogo para chegar ao sonho, que é conquistar o título em Wimbledon", disse Melo, referindo-se ao triunfo e ao retorno ao topo do ranking. As conquistas vieram com o placar de 6/3, 6/7 (4/7), 6/2, 4/6 e 9/7 sobre o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, cabeças de chave número 1 do torneio.

"Não dá nem para descrever a minha felicidade da vitória de hoje. Jogo duríssimo, dupla duríssima aqui em Wimbledon. Conseguimos manter, de novo, a calma. A gente estava na frente algumas vezes e conseguimos mais uma vez ganhar no quinto set, jogando muito bem, especialmente no final", comentou Melo. "Estamos muito bem tanto no físico quanto no mental e no final de um torneio, quando geralmente estamos mais cansados."

Na final deste sábado, Melo e Kubot terão pela frente o austríaco Oliver Marach e o croata Mate Pavic. Dupla cabeça de chave número 16, eles derrotaram Nikola Mektic/Franko Skugor também em uma batalha de cinco sets, com parciais de 4/6, 7/5, 7/6 (7/4), 3/6 e 17/15. O duelo de 4h35min, foi ainda mais longo que o do brasileiro, que durou 3h32min.

"Estamos muito focados nesse momento, vamos continuar seguindo passo a passo. Hoje foi um grande dia, mas agora é acalmar, aproveitar o dia de amanhã para dar uma tranquilizada e vir com tudo para a final porque precisamos imprimir nosso ritmo desde o começo", projetou Melo.