O ditado popular diz que “o que começa errado, termina errado”. O bicampeonato da Copa Libertadores conquistado pelo Cruzeiro em 1997, que completa 20 anos no próximo domingo (13), é uma prova de que nem sempre as coisas acontecem assim.

O enredo inicial da Raposa naquela competição era o retrato do fracasso. E de um dos maiores vexames da história do clube, que segue como o único grande do futebol brasileiro a nunca ter sido eliminado numa fase de grupos da Copa Libertadores. Naquela época, os três primeiros colocados de cada chave seguiam na competição.

Logo após a estreia, com derrota de 2 a 1 para o Grêmio, no Mineirão, o clube demitiu o treinador Oscar Bernardi. Para o seu lugar foi contratado Paulo Autuori, que tinha levado o Botafogo ao título brasileiro, em 1995.

As duas derrotas seguidas para Alianza e Sporting Cristal, em Lima, nas duas rodadas seguintes, pareciam decretar a eliminação cruzeirense. Mas no returno, o time iniciou sua caminhada já fazendo 1 a 0 no Grêmio, no Olímpico, com um gol de Palhinha. As vitórias sobre os peruanos, no Mineirão, garantiram ao Cruzeiro  segunda posição do Grupo 4, atrás apenas do tricolor gaúcho.

SÃO DIDA

Nas fases de mata-mata, Dida se transformou no grande nome do time do Cruzeiro. Nas oitavas e nas semifinais, ele foi decisivo nas disputas de pênaltis contra El Nacional, do Equador, e Colo Colo, do Chile, respectivamente.

Além dele, o atacante Marcelo Ramos, que retornou ao clube apenas para a fase final da competição, também brilhou, marcando gols decisivos.
Uma marca da campanha cruzeirense na conquista do título de 1997 foi reencontrar adversários da fase de grupos. Por força de regulamento, para que dois times do mesmo país não chegassem à final, encarou o Grêmio nas quartas de final. E passou, apesar do favoritismo dos gaúchos, que estavam desfalcados de seu principal jogador, o atacante Paulo Nunes, convocado por Zagallo para a Seleção Brasileira.

Na decisão, a maior tradição fez do Cruzeiro o favorito diante da “zebra” Sporting Cristal. Mas não foi fácil. O gol do canhoto Elivélton, de pé direito, aos 30 minutos do segundo tempo, garantiu muito mais que o bicampeonato da Libertadores ao time da Toca da Raposa. Fez terminar certo o que começou errado, para alegria dos cruzeirenses.

gottardo

O capitão Wilson Gottardo beija a taça do bicampeonato do Cruzeiro na Copa Libertadores, em 1997


A CAMPANHA COMPLETA DO CRUZEIRO EM 1997


CRUZEIRO 1 x 2 GRÊMIO

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Célio Lúcio, Rogério e Nonato; Fabinho, Donizete, Cleison (Elivélton) e Palhinha; Reinaldo (Da Silva) e Ailton. Técnico: Oscar Bernardi

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Rivarola, Mauro Galvão e Roger; Dinho, Goiano, Emerson (Dauri) e Carlos Miguel; Paulo Nunes (Paulo Henrique) e Zé Alcino (Otacílio). Técnico: Evaristo de Macedo

GOLS: Zé Alcino (aos 10’) e Ailton (aos 24’ do 1º tempo); Emerson (aos 18’ do 2o tempo)
DATA: 19/2/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 33.425 pagantes
RENDA: R$ 176.640,
ÁRBITRO: Dacildo Mourão (CE)
AUXILIARES: Jorge Oliveira (DF) e Ednilson Corona (SP)
CARTÕES AMARELOS: Célio Lúcio, Donizete, Ailton (Cruzeiro); Mauro Galvão, Emerson, Dinho (Grêmio)

CRUZEIRO 0 x 1 ALIANZA (PER)

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Célio Lúcio, Rogério e Nonato (Reinaldo); Fabinho, Ricardinho (Donizete), Cleison (Da Silva) e Palhinha; Ailton e Elivelton. Técnico: Paulo Autuori

ALIANZA: Francisco Pizarro; Carlos Basombrio, Frank Ruíz, Victor Hugo Marulanda e Marcial Salazar; Juan Carlos Bazalar (César Rosales), Paulo Hinostroza, José Luís Reyna e Marco Valencia (Walter Reyes); Bujica (Ramirez) e Waldir Sáenz. Técnico: Jorge Luís Pinto.

GOL: Waldir Sáenz (aos 10’ do 2o tempo)
DATA:  25/2/1997
LOCAL: Nacional (Lima, Peru)
PÚBLICO: 13.794 presentes
RENDA: não informada
ÁRBITRO: Rafael Torrealba
AUXILIARES: Gilberto Teran e Paolo Borbosano, todos da Venezuela
CARTÕES AMARELOS: Ailton, Vítor (Cruzeiro); Marcial Salazar (Alianza)

CRUZEIRO 0 x 1 SPORTING CRISTAL (PER)

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Célio Lúcio, Rogério e Nonato; Fabinho, Donizete, Cleison e Palhinha; Ailton (Reinaldo) e Elivélton. Técnico: Paulo Autuori

SPORTING CRISTAL: Julio Cesar Balerio; Pedro Garay, Miguel Rebosio, Marcelo Asteggiano e Julio Rivera; Nolberto Solano, Martín Hidalgo (Alfredo Carmona), Erick Torres (Roger Serrano) e Alex Magallanes (Luis Alberto Bonnet); Julinho e Adrián Czornomaz. Técnico: Sérgio Markarian.

GOL: Julinho (aos 17’ do 2o tempo)
DATA: 28/2/1997
LOCAL: Nacional (Lima, Peru)
PÚBLICO: 15.000 presentes
RENDA: não informada
ÁRBITRO: Paolo Borgosano
AUXILIARES: Gilberto Teran e Rafael Torrealba, todos da Venezuela
CARTÕES AMARELOS: Célio Lúcio, Donizete, Elivelton (Cruzeiro); Julio Cesar Balerio, Julio Rivera (Sporting Cristal)

CRUZEIRO 1 x 0 GRÊMIO

CRUZEIRO: Dida; Vitor (Marcos Teixeira), Gélson, Rogério e Nonato; Fabinho, Donizete, Cleison e Palhinha (Alex Mineiro); Ailton (Donizete Amorim) e Elivélton. Técnico: Paulo Autuori

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Rivarola, Mauro Galvão e Roger; Otacílio (Rodrigo), Goiano, Emerson e Paulo Henrique (Dauri); Paulo Nunes e Zé Alcino. Técnico: Evaristo de Macedo

GOL: Palhinha (ao 1’ do 2º tempo)
DATA: 12/3/1997
LOCAL: Olímpico (Porto Alegre, RS)
PÚBLICO: 15.346 pagantes
RENDA: R$ 170.306,
ÁRBITRO: Cláudio Cerdeira (RJ)
AUXILIARES: Valter Reis (SP) e Paulo Jorge Alves (RJ)
CARTÕES AMARELOS: Elivélton, Gelson, Palhinha, Cleison (Cruzeiro); Zé Alcino, Otacílio, Rivarola (Grêmio)
CARTÃO VERMELHO: Cleison (Cruzeiro)

CRUZEIRO 2 x 0 ALIANZA (PER)

CRUZEIRO: Dida; Marcos Teixeira, Gélson, Rogério e Nonato; Fabinho, Donizete, Palhinha e Elivélton (Donizete Amorim); Reinaldo (Alex Mineiro) e Ailton. Técnico: Paulo Autuori

ALIANZA: Francisco Pizarro; José Luís Reyna, Frank Ruíz, Victor Hugo Marulanda e Marcial Salazar; Juan Carlos Bazalar, Paulo Hinostroza, Juan Jayo (Carlos Basombrio) e Waldir Sáenz; Bujica (Andrés Gonzalez) e César Rosales (Marco Valencia). Técnico: Jorge Luís Pinto

GOLS: Reinaldo (aos 38’ do 1º tempo); Palhinha (aos 28’ do 2o tempo)
DATA: 18/3/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 20.915 pagantes
RENDA: R$ 109.112,50
ÁRBITRO: Ubaldo Aquino
AUXILIARES: Epifânio Gonzáles e Celestino Galvão, todos do Paraguai
CARTÕES AMARELOS: Fabinho, Reinaldo (Cruzeiro); Carlos Basombrio (Ali)
CARTÃO VERMELHO: Ailton (Cruzeiro); Frank Ruíz (Alianza)

 

CRUZEIRO 2 x 1 SPORTING CRISTAL (PER)

CRUZEIRO: Dida; Donizete Amorim, Gelson, Rogério e Nonato; Fabinho, Cleison, Palhinha (Da Silva) e Elivelton (Léo); Alex Mineiro (Célio Lúcio) e Reinaldo. Técnico: Paulo Autuori

SPORTING CRISTAL: Julio Cesar Balerio; Jose Soto, Pedro Garay, Miguel Rebosio e Marcelo Asteggiano; Manuel Marengo, Erick Torres (Roger Serrano), Alex Magallanes (Martín Hidalgo) e Julio Rivera (Luis Alberto Bonnet); Nolberto Solano e Julinho. Técnico: Sérgio Markarian.

GOLS: Alex Mineiro (aos 3’) e Reinaldo (aos 22’ do 1º tempo); Luis Alberto Bonnet (aos 36’ do 2o tempo)
DATA: 11/4/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 8.437 pagantes
RENDA: R$ 43.530,00
ÁRBITRO: Javier Castrilli
AUXILIARES: Ernesto Taibi e Daniel Jimenez, todos da Argentina
CARTÕES AMARELOS: Fabinho (Cruzeiro); Nolberto Solano, Roger Serrano (Sporting Cristal)
CARTÃO VERMELHO: Rogério (Cruzeiro)

CRUZEIRO 0 x 1 EL NACIONAL (EQU)

CRUZEIRO: Dida; Vitor (Marcos Teixeira), Gottardo, Célio Lúcio e Nonato; Fabinho, Ricardinho (Gélson), Cleison e Elivélton; Palhinha e Marcelo Ramos (Alex Mineiro). Técnico: Paulo Autuori

EL NACIONAL: Geovanny Ibarra; Juan Carlos Burbano, Lupo Quintero, Franklin Anangonó e José Guerrero; Simón Ruiz, Marco Constante (Vilson Rosero), Oswaldo De La Cruz (Diego Herrera) e Wellington Sánchez; Cléber Chalá e Ebelio Ordóñez (Carlos Vernasa). Técnico: Paulo Massa

GOL: Kleber Chalá (aos 27’ do 2o tempo)
DATA: 7/5/1997
LOCAL: Olímpico Atahualpa (Quito, Equador)
PÚBLICO: 22.000 presentes
RENDA: não informada
ÁRBITRO: Alberto Tejada
AUXILIARES: Jorge Torres e Victor Atambulo, todos do Peru
CARTÕES AMARELOS: Gottardo, Nonato, Fabinho (Cruzeiro); Marco Constante (El Nacional)

CRUZEIRO 2 x 1 EL NACIONAL (EQU)

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Gottardo, Célio Lúcio e Nonato (Da Silva); Fabinho, Ricardinho, Palhinha e Cleison; Marcelo Ramos (Donizete Amorim) e Elivélton (Marcos Teixeira). Técnico: Paulo Autuori

EL NACIONAL: Geovanny Ibarra; Juan Carlos Burbano, Franklin Anangonó, Lupo Quintero e José Guerrero (Joffre Arroyo); Simón Ruiz (Valencia), Marco Constante, Wellington Sánchez e Vilson Rosero; Osvaldo (Ebelio Ordóñez) e Cléber Chalá. Técnico: Paulo Massa

GOLS: Marcelo Ramos (aos 17’ e 24’) e Arroyo (aos 45’ do 2o tempo)
DATA: 14/5/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 19.694 pagantes
RENDA: R$ 101.480,
ÁRBITRO: Eduardo Diuzniewski
AUXILIARES: Daniel Brello e Carlos Lopes, todos do Uruguai
CARTÕES AMARELOS: Elivelton, Ricardinho, Vítor (Cruzeiro); Geovanny Ibarra, Marco Constante (El Nacional)
PÊNALTIS: Cruzeiro 5 a 3 (Palhinha 1 a 0; Arroyo 1 a 1; Ricardinho 2 a 1; Rosero 2 a 2; Fabinho 3 a 2; Ordoñez 3 a 3; Marcos Teixeira 4 a 3; Dida defendeu a cobrança de Chalá 4 a 3; Gottardo 5 a 3)

 

elnacional

CRUZEIRO 2 x 0 GRÊMIO

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Célio Lúcio, Gottardo e Nonato (Donizete Amorim); Fabinho, Ricardinho, Cleison e Palhinha (Da Silva); Elivélton e Alex Mineiro. Técnico: Paulo Autuori

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Wagner Fernandes, Mauro Galvão e Roger; Otacílio, Goiano, Emerson e Carlos Miguel (Rodrigo Gral depois Marcos Paulo); João Antônio e Maurício. Técnico: Evaristo de Macedo
GOLS: Elivélton (aos 40'') e Alex Mineiro (aos 28’ do 1º tempo)
DATA: 27/5/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 38.369 pagantes
RENDA: R$ 157.660,
ÁRBITRO: Antônio Pereira Silva (GO)
AUXILIARES: Paulo Alves (RJ) e Ednilson Corona (SP)
CARTÕES AMARELOS: Vitor, Cleison, Fabinho, Alex Mineiro (Cruzeiro); João Antônio, Roger (Grêmio)

CRUZEIRO 1 x 2 GRÊMIO

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Gottardo, Célio Lúcio e Tico (Léo); Fabinho (Gélson), Ricardinho, Cleison e Palhinha; Alex Mineiro (Da Silva) e Elivélton. Técnico: Paulo Autuori

GRÊMIO: Danrlei; Arce, Luciano, Mauro Galvão e Roger; Luiz Carlos Goiano, Otacílio, João Antônio (Rodrigo Gral) e Emerson; Maurício (Marcos Paulo) e Zé Alcino. Técnico: Evaristo de Macedo

GOLS: Fabinho (aos 15’), Mauro Galvão (aos 24’) e Zé Alcino (aos 27’ do 2o tempo)
DATA: 3/6/1997
LOCAL: Olímpico (Porto Alegre, RS)
PÚBLICO: 32.404 pagantes
RENDA: R$ 209.704,
ÁRBITRO: Cláudio Cerdeira (RJ)
AUXILIARES: Jorge Oliveira (DF) e Valter Reis (SP)
CARTÕES AMARELOS: Elivelton, Fabinho, Ricardinho (Cruzeiro); Rodrigo Gral, Arce (Grêmio)

CRUZEIRO 1 x 0 COLO COLO (CHI)

CRUZEIRO: Dida; Vitor (Marcos Teixeira), Gélson, Célio Lúcio e Nonato; Fabinho, Ricardinho (Alex Mineiro), Cleison, Elivelton e Palhinha; Marcelo Ramos. Técnico: Paulo Autuori

COLO COLO: Marcelo Ramírez; Mario Salas, Pedro Reyes, Juan Carlos González e Francisco Rojas; Emerson Pereira, Marcelo Espina, Marcelo Barticciotto (Marco Villaseca) e José Luís Sierra (Alegria); Zambrano e Ivo Basay (Héctor Tapia). Técnico: Gustavo Benitez

GOL: Marcelo Ramos (aos 6’ do 1º tempo)
DATA: 23/7/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 31.246 pagantes
RENDA: R$ 160.115,
ÁRBITRO: René Ortubé
AUXILIARES: Juan Lugones e Oscar Sóris, todos da Bolívia
CARTÕES AMARELOS: Vitor, Dida, Célio Lúcio (Cruzeiro); Mario Salas, Marcelo Barticciotto (Colo Colo)
CARTÃO VERMELHO: Juan Carlos González (Colo Colo)

CRUZEIRO 2 x 3 COLO COLO (CHI)

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Gélson, Gottardo e Nonato (Da Silva); Fabinho, Ricardinho, Donizete e Cleison; Elivélton e Marcelo Ramos. Técnico: Paulo Autuori

COLO COLO: Marcelo Ramírez; Mario Salas (Fernando Vergara), Pedro Reyes, Raúl Muñoz e Francisco Rojas; Emerson Pereira, Marcelo Espina, Alegria (Manuel Neira) e José Luís Sierra; Zambrano (Marco Villaseca) e Ivo Basay. Técnico: Gustavo Benitez

GOLS: Ivo Basay (aos 20’) e Marcelo Ramos (aos 29’ do 1º tempo); Ivo Basay (aos 2’), Ivo Basay (aos 6’) e Cleison (aos 18’ do 2o tempo)
DATA: 30/7/1997
LOCAL: David Arellano (Santiago, Chile)
PÚBLICO: 50.000 presentes
RENDA: não informada
ÁRBITRO: Ubaldo Aquino
AUXILIARES: Bonifácio Nunes e Nestor Gonçalves, todos do Paraguai
CARTÕES AMARELOS: Donizete, Cleison, Fabinho/disputa de tiros livres (Cruzeiro); Marcelo Espina, Emerson Pereira, Pedro Reyes (Colo Colo)
CARTÃO VERMELHO: Emerson Pereira (Colo Colo); Elivélton (Cruzeiro)
PÊNALTIS: Cruzeiro 4 a 1 (Ricardinho 1 a 0; Dida defendeu a cobrança de Basay 1 a 0; Donizete 2 a 0; Dida defendeu a cobrança de Espina 2 a 0; Fabinho 3 a 0; Sierra 3 a 1; Marcelo Ramos 4 a 1)

CRUZEIRO 0 x 0 SPORTING CRISTAL (PER)

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Gelson, Gottardo e Nonato; Fabinho, Ricardinho, Donizete, Cleison e Palhinha (Tico); Marcelo Ramos (Da Silva). Técnico: Paulo Autuori

SPORTING CRISTAL: Julio Cesar Balerio; Jose Soto, Marcelo Asteggiano, Miguel Rebosio (Erick Torres) e Martin Vasquez (Andrés Mendoza); Pedro Garay, Manuel Marengo, Nolberto Solano e Alfredo Carmona (Alex Magallanes); Luis Alberto Bonnet e Julinho. Técnico: Sérgio Markarian

DATA:  6/8/1997
LOCAL: Nacional (Lima, Peru)
PÚBLICO: não informado
RENDA: não informada
ÁRBITRO: Byron Moreno
AUXILIARES: Maurício Reinoso e Bommer Fierro, todos do Equador
CARTÕES AMARELOS: Gelson, Gottardo, Nonato, Vítor (Cruzeiro); Julio Cesar Balerio, Pedro Garay (Sporting Cristal)
CARTÃO VERMELHO: Cleison (Cruzeiro)

CRUZEIRO 1 x 0 SPORTING CRISTAL (PER)

CRUZEIRO: Dida; Vitor, Gelson, Gottardo e Nonato; Fabinho, Ricardinho (Da Silva), Donizete e Palhinha; Marcelo Ramos e Elivélton. Técnico: Paulo Autuori

SPORTING CRISTAL: Julio Cesar Balerio; Jose Soto, Manuel Marengo, Marcelo Asteggiano e Erick Torres (Roger Serrano); Pedro Garay, Nolberto Solano, Julio Rivera e Prince Amoako (Alfredo Carmona); Julinho e Luis Alberto Bonnet (Ismael Alvarado). Técnico: Sérgio Markarian

GOL: Elivelton (aos 30’ do 2o tempo)
DATA:  13/8/1997
LOCAL: Mineirão
PÚBLICO: 95.472 pagantes
RENDA: R$ 888.072,50
ÁRBITRO: Javier Castrilli
AUXILIARES: Luis Olivetto e Gerardo Bertoni, todos da Argentina
CARTÕES AMARELOS: Fabinho, Nonato (Cruzeiro); Nolberto Solano, Julio Rivera (Sporting Cristal)

OS CAMPEÕES

JOGADOR

POSIÇÃO

JOGOS

GOLS

1

Dida

goleiro

14

(12)

2

Vitor

lateral

12

-

3

João Carlos

zagueiro

-

-

4

Célio Lúcio

zagueiro

9

-

5

Fabinho

volante

14

1

6

Nonato

lateral

13

-

7

Reinaldo

atacante

5

2

8

Ricardinho

volante

9

-

9

Cleison

armador

12

1

10

Palhinha

armador

13

2

11

Ailton

atacante

5

1

12

Jean

goleiro

-

-

13

Marcos Teixeira

lateral

5

-

14

Rogério

zagueiro

6

-

15

Donizete

volante

8

-

16

Gélson

zagueiro

9

-

17

Léo

volante

2

-

18

Alex Mineiro

atacante

7

2

19

Da Silva

atacante

9

-

20

Elivélton

armador

13

2

21

Donizeti Amorim

armador

5

-

22

Wilson Gottardo

zagueiro

7

-

23

Marcelo Ramos

atacante

6

4

24

Harlei

goleiro

-

-

25

Tico

armador

2

-

COMISSÃO TÉCNICA

TREINADOR: PAULO AUTUORI
AUXILIAR: RENÊ WEBER
TREINADOR DE GOLEIROS: RONALDO FRANCO
PREPARADORES FÍSICOS: GILVAN DOS SANTOS E MARCOS MOURA TEIXEIRA
FISIOLOGISTA: EMERSON SILAMI GARCIA
MÉDICOS: RONALDO NAZARÉ, CARLOS PIÑON E SÉRGIO FREIRE
FISIOTERAPEUTA: LUIZ FELIPE RIBEIRO MINDELO FILHO
MASSAGISTAS: TEOTÔNIO E BOLINHA
ROUPEIROS: GERALDO BATISTA SILVA E GERALDO BARROS