O goleiro Victor se preparava para deixar o Independência de uniforme limpo e uma vitória mais segura do Atlético. Entretanto, viu o time desperdiçar chances no ataque e foi obrigado a trabalhar - e salvar - num lance de grande perigo do São Paulo.

Satisfeito com o balanço geral na vitória por 1 a 0 contra os tricolores paulistas, Victor alertou para um fato a melhorar no time: a eficiência dos contra-ataques. Para o goleiro, o placar mínimo do triunfo não demonstra o que foi a partida.

"Acho que '1 a 0' não condiz com o que foi o jogo. Atlético teve inúmeras chances, Sidão fez boas defesas, perdemos chances de contra-ataque, precisamos evoluir. Mas o Atlético mereceu, evidente receber pressão no final, pela grandeza do São Paulo e a pontuação dele. Equipe foi grande, brilhante, e foi superior, mereceu o resultado", disse o goleiro.

Victor teve o nome exaltado pelos 17 mil atleticanos presentes. Afinal, ele defendeu com grande velocidade de reação uma cabeçada de Lucas Pratto, que quicou na frente do gol alvinegro. O ídolo aproveitou para elogiar a postura da torcida nesta volta à vitória em casa.

"A atmosfera estava diferente hoje, torcedor entendeu e apoiou, entendeu o recado do Oswaldo. Se não vínhamos jogando tão bem dentro de casa, talvez pela cobrança gerada pelo torcedor. Mas hoje tudo gerou motivação", disse.