Como forma de agradecimento ao Corinthians, que cedeu seu estádio de graça para receber dez jogos da Olimpíada, a Prefeitura de São Paulo decidiu oferecer gratuitamente o Pacaembu para que o clube o utilize durante o evento,  no ano que vem. Considerando o início dos jogos de futebol dos Jogos do Rio 2016, cinco rodadas do Campeonato Brasileiro e uma da Copa do Brasil vão acontecer simultaneamente, já que a CBF decidiu que não paralisará suas competições durante o período.

"O Corinthians poderá utilizar o Pacaembu gratuitamente esse tempo. Foi uma decisão que tomamos para compensar o fato de o clube ter nos ajudado com isso. Ainda não sabemos se a diretoria vai querer, mas se quiser, estará à disposição", afirmou o secretário de Esportes do município, Celso Jatene. O valor de aluguel do Pacaembu varia de acordo com o horário que é utilizado, podendo chegar a cerca de R$ 80 mil por jogo.

Nesta quarta-feira (30) o governo estadual assinou contrato que tornou São Paulo uma das seis cidades-sedes da Olimpíada. O evento foi realizado na Arena Corinthians, com a presença de autoridades e do presidente do clube, Roberto de Andrade. A cidade receberá oito seleções olímpicas (masculinas e femininas) para dez partidas -seis da primeira fase, dois das quartas de final, um da semi e um da disputa de medalha de bronze. Serão sete dias de jogos, sendo três deles com rodadas duplas.


O primeiro duelo no estádio alvinegro acontecerá no dia 3 de agosto, antes da abertura oficial, que é no dia 5 -os Jogos terminam no dia 21. O último confronto acontecerá no dia 19. As seleções que jogarão em São Paulo serão conhecidas em abril, quando acontecerá o sorteio.

Na coletiva falaram o governador Geraldo Alckmin, o prefeito Fernando Haddad, o presidente do Comitê Rio 2016, Carlos Arthur Nuzman, o presidente do Corinthians, Roberto de Andrade, o secretário de Futebol do Ministério do Esporte, Rogério Hamam, e o general Marco Aurélio Vieira, diretor executivo do Comitê Organizador do Rio 2016.