Descobrir uma nova Marta é missão considerada impossível por muitos no mundo da bola. Porém, a sucessora da melhor atleta de todos os tempos no futebol feminino pode estar mais perto do que se imagina. Nesta quarta-feira (29), inclusive, estará de mãos dadas com a melhor do mundo de 2006 a 2010.

Baixinha, habilidosa e de um talento fora do comum com a bola nos pés, a pequena Ariana dos Santos, de 6 anos, entrará com a camisa 10 da Seleção Brasileira no duelo do FC Rosengard, da Suécia, contra o Barcelona, no MininEstadi, próximo ao Camp Nou. A partida decidirá quem avança para as semifinais da Champions League da modalidade.

Convidada pela brasileira Andressa Alves, atacante do time catalão, Ariana deixou Kansas City (Estados Unidos), onde mora, e, acompanhada do pai, foi conhecer o Velho Continente. Contudo, como a anfitriã está lesionada, ela "virará a casaca" e fará companhia à Marta.

Nascida nos Estados Unidos, Ariana tem DNA brasileiro. O pai, David, foi ainda adolescente para a Terra do Tio Sam, onde jogou futebol pela universidade e, posteriormente, se tornou treinador em escolinhas. Daí surgiu o amor da pequenina pelo esporte.

"Com dois anos eu já via que ela tinha algo diferente com a bola nos pés. Parece muito cedo, mas realmente me chamava a atenção, pois controlavaa bola naturalmente", conta David. Casado com a americana Hollie, que também jogou futebol, ele é natural de Palmital-SP.

 

 

Jogo de hj a noite, apanhei dos meninos Dmais ❤️⚽️ tonight's game, it's hard to play with the boys

Uma publicação compartilhada por Ariana Dos Santos (@arianadossantos10) em

Celebridade Mirim

Apesar de morar longe do Brasil, Ariana não esconde o desejo de jogar pela Seleção quando atingir a idade adequada. Este, inclusive, também é o sonho do pai. Além disso, se depender do assédio e carinho dos brasileiros, a vaga da futura camisa 10 já está garantida.

Com pouco menos de três meses nas redes sociais, a baixinha já possui mais de 24 mil seguidores no Instagram. Com recados gravados, vídeos e fotos de suas exibições, ela não para de ganhar seguidores.

Apesar de ser alfabetizada em inglês, Ariana não abre mão de falar a língua de origem do pai. David, por sua vez, faz o papel de professor de português da filha.

Com tanto sucesso, driblando meninas e meninos, a mini-craque desperta também o assédio da mídia. Um importante jornal inglês, inclusive, foi um dos veículos que contou a história da pequena.

"Falar de Seleção ainda é muito complicado, até pela idade dela. Ela nasceu nos Estados Unidos, mas é brasileira. Chora por causa do Brasil e gosta muito do país", conta David.

Sobre a rotina da filha, ele admite ser puxada. Apesar da correria, porém, ela faz tudo com o maior prazer do mundo; o futebol é a sua brincadeira favorita.

"Ela começa na escola às 9h, sai às 16h e já estou a esperando. Entra no carro, já comendo alguma coisa, e dorme enquanto chegamos ao local do treino, o qual demoramos 45 para chegar", relata o pai da "Martinha". 

"Segunda, terça e quarta ela treina duas horas, e quinta e sexta é opcional. No final de semana são os jogos. Chegamos em casa às 21h, ela toma banho e já janta quase dormindo", acrescenta.

 

 

Me divertindo antes do treino ⚽️👍❤️ having fun before practice ⚽️🙏❤️ que você acha, sorte ou competência ? 👇👇

Uma publicação compartilhada por Ariana Dos Santos (@arianadossantos10) em