Com a obrigação de vencer para não correr o risco de deixar o G-4 do Campeonato Mineiro, o América vai apostar na cautela no clássico deste domingo (12), contra o Cruzeiro, às 16h, no Independência, pela sétima rodada da competição.
O técnico Enderson Moreira armou o seu time num esquema com três zagueiros (Messias, Rafael Lima e Renato Justi) e dois volantes (Gustavo Blanco e Juninho) demonstrando preocupação com a força ofensiva que o Cruzeiro tem demonstrado neste início de temporada.
Com o reforço do volante Gustavo Blanco, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo na vitória por 1 a 0 sobre o Uberlândia, no último domingo (5), também no Independência, a opção de Enderson Moreira por um esquema que deixa a defesa mais resguardada, com certeza, tem relação com a goleada de 4 a 1 sofrida para o Atlético, no primeiro clássico deste Estadual, em 19 de fevereiro, no Mineirão.
Invicto na temporada, com dez vitórias e um empate em 11 jogos oficiais no ano, o Cruzeiro tem neste domingo a chance de assumir, pelo menos temporariamente, a liderança isolada do Campeonato Mineiro. E isso é o que mais motiva o time do técnico Mano Menezes, pois a primeira posição geral garante, nas semifinais e decisão, o direito de jogar por dois empates ou vitória e derrota pela mesma diferença de gols.
Com dois pontos a menos que o Atlético, que encerra a sétima rodada na segunda-feira (13), recebendo o Tupi, às 20h, no Independência, vencendo o clássico diante do Coelho, a Raposa ultrapassa o rival.
A dúvida de Mano Menezes para encarar o América é na lateral direita. Ezequiel, com uma virose, não participou da atividade de ontem e Mayke pode ser o titular da posição. Do outro lado, Diogo Barbosa, que não participou da vitória de 2 a 0 sobre o Murici, na última quarta-feira (8), no interior de Alagoas, pela terceira fase da Copa do Brasil, retorna no lugar de Fabrício.
Outro que deve voltar ao time é o meia Robinho, também poupado por Mano Menezes no compromisso da última quarta-feira, em Murici.

A FICHA DO JOGO 

AMÉRICA
João Ricardo; Messias, Rafael Lima e Renato Justi; Auro, Gustavo Blanco, Juninho, Gérson Magrão e Pará; Renan Oliveira e Hugo Almeida. Técnico: Enderson Moreira

CRUZEIRO
Rafael; Ezequiel (Mayke), Léo, Manoel e Diogo Barbosa; Henrique e Ariel Cabral; Robinho, Thiago Neves e Arrascaeta; Rafael Sóbis. Técnico: Mano Menezes

DATA: 12 de março de 2017
LOCAL: Estádio Independência
HORÁRIO: 16h
MOTIVO: 7ª rodada do Campeonato Mineiro
ARBITRAGEM: Cleisson Veloso Pereira, auxiliado por Felipe Alan Costa Oliveira e Ricardo Júnio de Souza