Ciente do interesse do Real Madrid em Neymar após a venda de Cristiano Ronaldo para a Juventus, o Paris Saint-Germain quer melhorar o salário do atacante brasileiro. Os valores passariam de 37 milhões de euros (cerca de R$ 167 milhões) líquidos por temporada para algo em torno de 50 milhões de euros (aproximadamente R$ 248 milhões), segundo informa o jornal AS.

A intenção do clube parisiense é evitar qualquer possibilidade de negociação entre seu principal jogador e a equipe espanhola. Neymar assinou um contrato de cinco anos com o PSG na última temporada, quando foi contratado junto ao Barcelona por 222 milhões de euros (aproximadamente R$ 821 milhões, na cotação da época) e se tornou a transferência mais cara da história do futebol.

Outra medida tomada pelo clube francês para "agradar" sua estrela foi a contratação do fisioterapeuta Bruno Mazziotti para o seu quadro de funcionários. O profissional do Corinthians e da seleção brasileira acompanhou de perto todo o processo de recuperação de Neymar, que fraturou o quinto metatarso do pé direito no final de fevereiro e só voltou a atuar nos últimos amistosos preparatórios para a Copa do Mundo, em junho.

Está não é a primeira vez que o Real Madrid demonstra interesse no grande nome do PSG. Em março, o próprio jornal As noticiou que Neymar teria conversado com um representante do clube no Brasil e que a Nike 'ajudaria' na aquisição do atacante brasileiro para conseguir fechar acordo de patrocínio com a equipe espanhola, que hoje tem vínculo com a Adidas.

NOVOS RUMORES - No início de julho, a diretoria madrilenha veio a público para negar que tenha feito proposta para contratar Neymar. Segundo um canal de televisão da Espanha, o clube teria oferecido 310 milhões de euros (cerca de R$ 1,4 bilhão) ao Paris Saint-Germain para ter o reforço do brasileiro.

"Ante a informação publicada nesta noite, sobre uma suposta oferta do Real Madrid ao PSG e ao jogador Neymar, o Real Madrid afirma que esta informação é completamente falsa. O Real Madrid não fez nenhum tipo de oferta nem ao PSG e nem ao jogador", disse o clube, em comunicado divulgado naquela ocasião.

A suposta oferta do Real foi noticiada pelo canal espanhol público TVE. "Ao Real Madrid resulta surpreendente que a televisão pública espanhola possa publicar uma informação absolutamente falsa sem que ninguém deste veículo tenha entrado em contato com nenhuma das partes para confirmar a suposta informação que facilmente seria desmentida", registrou o clube.