Amigos dentro e fora das quatro linhas nos tempos de Atlético, o venezuelano Rômulo Otero e o equatoriano Juanito Cazares podem se reencontrar em breve. Após perder o seu principal batedor de faltas para o Al Wehda, da Arábia Saudita, o alvinegro pode ver o camisa 10 seguir o mesmo destino, mas para vestir a camisa do Al-Hilal. 

De acordo com a imprensa equatoriana, para ter Cazares, o time mais abonado do futebol árabe estaria disposto a desembolsar cerca de R$ 6 milhões para tirar o meio-campista do Atlético. Este valor seria referente a 50% do passe.

Contudo, no início de 2017, o alvinegro recusou uma proposta do futebol chinês de 8 milhões de Euros (36.368.000,00 nos valores atuais) pelo jogador; isso leva a crer que a diretoria rechace a primeira investida do Hilal.

Na semana passada, durante a apresentação do armador uruguaio David Terans, contratado junto ao Defensor, o diretor de futebol do Atlético, Alexandre Gallo, revelou o interesse de outro clube em Cazares e não descartou a venda.

No clube brasileiro desde o início de 2016, Juanito fez 132 partidas com a camisa preta e branca. Nelas, acumulou 65 vitórias, 36 empates e 31 derrotas. Ele participou das conquistas do Florida Cup do mesmo ano e do Mineiro de 2017.

Na atual temporada, Cazares esteve em campo em 30 oportunidades. Alternando momentos bons e ruins no time comandado pelo técnico Thiago Larghi – ele tem sido bastante contestado por parte da torcida –, o camisa 10 anotou cinco gols até o momento.

Caso se concretize a transferência para o mundo árabe, o meia viverá a terceira experiência internacional da carreira; anteriormente, ele já havia defendido River Plate e Banfield, ambos da Argentina.