Quatro meses após receber os Jogos Olímpicos, o Rio de Janeiro não tem um ginásio disponível para sediar um duelo entre os dois clubes de maior torcida na cidade, Vasco e Flamengo, pelo Novo Basquete Brasil (NBB), campeonato nacional masculino. O jogo, que deveria ocorrer em 18 de dezembro, foi adiado pela Liga Nacional de Basquete (LNB).

Por ser um jogo envolvendo duas torcidas de futebol, exige-se um ginásio com boa estrutura de segurança, o que fez o ginásio de São Januário ser prontamente descartado.

A segunda opção era o Maracanãzinho. De acordo com a LNB, ela e os clubes contactaram a Casa Civil do Governo do Estado do Rio de Janeiro e a Odebrecht, empresa que possui a concessão do Complexo. "Após os contatos ficou evidenciado que nenhuma das duas instituições assume a responsabilidade pelo espaço e, por consequência, pela liberação do mesmo", explicou a LNB.

A Arena Rio, que o Flamengo usou em diversas ocasiões, inclusive nas finais do ano passado, foi descartada pelo "alto custo cobrado pela operadora", enquanto o Ginásio do Tijuca Tênis Clube já tinha outro evento agendado. Também não seria uma opção viável para o clássico, visto que o Flamengo mandou lá uma partida da final do Carioca, sem torcida, por falta de garantias de segurança.

Na semana passada, o duelo final do Estadual deveria acontecer exatamente no Tijuca, mas foi cancelado porque o Vasco não compareceu, reclamando da decisão de que o jogo teria torcida única, do Flamengo.

"A LNB lamenta ter que enfrentar tantas dificuldades em uma cidade como o Rio de Janeiro, que é hoje o melhor lugar do Brasil para a realização de eventos esportivos. Nos próximos dias, será decidido quando e onde a partida Vasco e Flamengo será realizada", concluiu a nota da entidade que organiza o NBB.