A Inglaterra não precisou se esforçar, neste domingo (24), para atropelar o Panamá por 6 a 1, neste domingo em Nijni Novgorod, e se garantir nas oitavas de final da Copa do Mundo ao lado da Bélgica pelo grupo G.
 
John Stones (8 minutos e 40), Jesse Lindgard (36) e Harry Kane (22, 45+1 e 62) fizeram os gols da goleada inglesa, a maior do país em todas suas participações no mundial, enquanto Felipe Baloy fez o primeiro gol da história do Panamá em Copas do  Mundo (78).
 

O resultado garante os europeus no mata-mata. As equipes têm seis pontos cada e não podem mais ser alcançadas por Tunísia e Panamá, que não pontuaram. 

Os três gols de Harry Kane colocaram o centro-avante inglês na artilharia isolada da Copa do Mundo, com cinco gols. O belga Romelu Lukaku e o português Cristiano Ronaldo vêm logo atrás, com quatro gols cada.

Na última rodada, Inglaterra e Bélgica disputam a primeira colocação do grupo, em Kaliningrado, enquanto os eliminados africanos e centro-americanos jogam pela honra, em Saransk. Os dois jogos serão disputados dia 28 de junho às 15h pelo horário de Brasília.

Passeio inglês

A Inglaterra começou dominando a partida e já impôs sua superioridade no início. Aos oito minutos do primeiro tempo, Trippier cobrou escanteio no centro da área para John Stones cabecear firme no canto esquerdo, depois de movimentação da equipe deixar o zagueiro totalmente sozinho.

Aos 18, minutos, Lingard recebeu lançamento nas costas da zaga e foi derrubado por Escobar na hora de finalizar. A arbitragem assinalou pênalti, que Harry Kane cobrou com perfeição no alto para ampliar a vantagem, aos 22.

A Inglaterra controlava a partida com tranquilidade. E ainda contava com a mobilidade de seus atacantes para criar problemas para os panamenhos. Aos 36, Lingard tabelou com Sterling na entrada da área e emendou um belo chute de longa distância, acertando o ângulo de Penedo para ampliar a vantagem.

Quatro minutos depois, em cobrança de falta da intermediária, os ingleses fizeram uma bela jogada ensaiada para marcar o quarto gol. Henderson recebeu passe na meia lua e cruzou na segunda trave para Kane, que escorou para o meio da área para Sterling finalizar de cabeça. O goleiro defendeu, mas deu rebote para Stones, que marcou seu segundo gol na partida.

Em nova cobrança de escanteio, Kane e Stones foram agarrados pelos zagueiros dentro da área. O árbitro assinalou nova penalidade, convertida outra vez por Kane. O centro-avante repetiu a cobrança, enquanto o goleiro Penedo mudou de lado.