Ele é o brasileiro com maior número de troféus de campeão levantados no automobilismo norte-americano: cinco (F-Skip Barber, F-Dodge, Pro Mazda, F-Atlantic e Indy Lights). Chegou à Fórmula Indy, venceu na categoria GT as 24h de Daytona e conseguiu resultados de prestígio em várias provas de longa duração. E continua ampliando os números já impressionantes. No último fim de semana, o mineiro Rafa Matos chegou a mais uma vitória no campeonato da Trans-Am Series, a terceira no ano. Sinônimo de liderança ampliada na categoria TA2, rumo ao sexto título na terra do Tio Sam.

Rafa venceu a segunda corrida da rodada dupla de Detroit, no circuito de rua de Belle Isle Park, o mesmo em que estreou na categoria (disputada com chassis tubulares equipados por motores V8 de quase 500cv), há um ano. Isso depois de largar em segundo e superar, na quarta volta, o pole Gar Robinson, vencedor na véspera, justamente à frente do mineiro. Agora, são 34 os pontos de vantagem para Tony Buffomante, o mais próximo perseguidor.

"Ainda há muitas corridas pela frente, temos que fazer tudo certinho para manter esse cenário, mas foi um ótimo fim de semana. A equipe trabalhou muito bem de sábado para domingo, de início eu não tinha um carro que me permitisse lutar pela pole ou pela vitória mas, na segunda corrida, ele estava perfeito, tanto assim que minha volta mais rápida foi seis décimos de segundo melhor que a do segundo colocado", destaca Rafa, que comanda o Chevrolet Camaro da equipe Coleman Motorsports/3D Dimensional.

A próxima etapa, nos dias 14 e 15, marcará a volta do mineiro a Indianapolis, onde disputou duas edições das 500 Milhas (2009 e 2010). Desta vez, no entanto, não no lendário oval, mas no circuito misto que já recebeu a Fórmula 1 e a Moto GP.

 

RÁPIDAS

Piloto mineiro vai defender a Williams...
no Mundial de Fórmula 1 virtual

Nascido em Kanazawa, no Japão, onde os pais, com descendência nipônica trabalhavam, o ipatinguense Igor Fraga vive uma situação curiosa: ao mesmo tempo em que segue conquistando bons resultados nas provas de verdade (sagrou-se vice-campeão latino-americano de F-4 e ocupa a quinta posição na F-2000 norte-americana), se destaca em competições virtuais. Finalista na primeira edição da Fórmula 1 para os games, ele foi contratado pelo time que representará a Williams este ano. "É uma grande honra. Tenho uma ótima oportunidade para mostrar meu talento no mundo virtual e quem sabe, atrair os olhares para a minha carreira no mundo real.”