O atacante Clayton se recuperou de uma grave lesão ligamentar do joelho e, após nove meses parado, estava pronto para o recomeço no Atlético. Entretanto, os próximos passos da carreira serão em Salvador. Ele acertará um contrato de empréstimo com o Bahia.

A diretoria do clube nordestino já dá o negócio como acertado. Clayton viajou para a capital baiana na terça-feira (7), no fim da tarde. Por lá, passará por exames médicos e assinará contrato de 12 meses. Será uma das opções ofensivas do técnico Enderson Moreira, que encara o América na próxima rodada.

Aos 22 anos, Clayton foi o maior investimento do Atlético em 2016. Surgido como promessa no Figueirense, não vingou no Galo. Custou 2,5 milhões de euros (R$ 10,8 milhões na cotação da época). Foi emprestado ao Corinthians no ano passado, por poucos meses, até ser reintegrado ao Atlético antes do tempo por pedido de Rogério Micale.

Participou de poucos jogos em 2017, sendo o último em outubro, empate em 0 a 0 com o Botafogo. Se lesionou de forma muscular e quando estava prestes a voltar, sofreu a ruptura do ligamento do joelho em lance com Yago antes do encerramento da temporada passada.

Neste ano, retornou e foi relacionado para enfrentar o Bahia em Salvador. Mas não entrou em campo. Diante do Internacional, esteve afastado dos relacionados justamente por conta da negociação.