Chegou a hora. O GP Gerais, válido como Mineiro de Motovelocidade, abre neste fim de semana, no Circuito dos Cristais, em Curvelo, sua terceira temporada, com a promessa de ainda mais sucesso e grids cheios. Afinal, desta vez serão cinco etapas (recorde na competição), sendo duas também válidas pelo renascido Campeonato Brasileiro.

E se o formato de disputa e o alto nível técnico se tornaram consenso entre pilotos e equipes, a edição deste ano traz alguns ajustes para alinhar o regulamento ao dos campeonatos Goiano e Paranaense, que compõem a espinha dorsal do Brasileiro. Os principais dizem respeito à nomenclatura das categorias.
Entre as Superbikes (motos 1.000cc quatro cilindros ou até 1.300cc dois cilindros), a divisão para máquinas com preparação livre perde o nome Pro. A Superbike Evo reúne as máquinas com menos modificações. Permanece a subdivisão Master, para pilotos acima dos 45 anos.

A Supersport (motos até 675cc) passa a ser disputada em classe única em termos de preparação, apenas com a divisão Master.
Para quem ainda não se sente preparado para encarar os principais nomes, a categoria Light (1.000cc e 600cc) reúne os pilotos que tenham, até o começo do ano, um máximo de cinco corridas disputadas.

Porta de entrada para a revelação de novos talentos, a 300cc, apesar do nome, estará aberta também à Honda CBR500R (o regulamento técnico assegura o equilíbrio com as Yamaha e Kawasaki 300cc). E a categoria Naked reúne as motos com proposta mais urbana e, por isso, sem carenagem de proteção. E quem ainda não quer se aventurar nas competições ou prefere apenas a emoção de levar sua máquina ao limite num dos mais exigentes traçados do país, com toda a estrutura de segurança, conta com as sessões de treinos da Touring, que premiam os donos das melhores voltas.

Estrutura
Um aspecto que o público poderá notar no evento deste fim de semana em relação às edições anteriores é o profissionalismo cada vez maior dos pilotos e de suas estruturas, mesmo com as limitações habituais de orçamento.

Além da esperada presença de times da Bahia, Espírito Santo, Rio, Pernambuco. Distrito Federal e São Paulo, vários motociclistas mineiros resolveram unir forças criando equipes e investiram na cenografia de boxes, para dar maior visualização aos patrocinadores.

A primeira etapa do GP Gerais terá entrada franca, a partir das 10h do domingo, no Circuito dos Cristais. Por R$ 10, mais um quilo de alimento não-perecível, será possível ter acesso ao paddock e acompanhar de perto o trabalho nos boxes. Outra atração, mantida, é o moto passeio, que dará a quem for prestigiar sobre duas rodas a chance de rodar no traçado de Curvelo.

 

RÁPIDAS

DOMÍNIO PAULISTA NA PRIMEIRA EDIÇÃO
DO RALLY MINAS BRASIL. LAMA FOI DESAFIO

A forte chuva dos últimos dias em Conceição do Mato Dentro tornou ainda mais exigente o percurso do 1º Rally Minas Brasil, que abriu o calendário dos Brasileiros de Rally Baja e Cross-Country no fim de semana. Os 93 inscritos de todo o país encararam 231 quilômetros de estradas de terra com pedras, erosões e outras dificuldades que exigiram braço dos pilotos. Entre os carros, o domínio foi dos paulistas Marcos Baumgart e Kléber Cincea, com um protótipo Ford Ranger T1 montado no Brasil. Na disputa dos UTVs, melhor para Rodrigo Varela (filho do campeão do Dakar na modalidade, Reinaldo Varela), que superou por apenas 23 segundos Cristiano Batista. Geilson Belmont foi o mais rápido entre os quadriciclos. Sobre duas rodas, domínio de Elias Folly.

IGOR FRAGA VAI AO PÓDIO EM PRIMEIRA

CORRIDA PELA F-2000 NORTE-AMERICANA

Nascido em Kanazawa, no Japão, mas ipatinguense de coração (os pais, mineiros, trabalhavam do outro lado do mundo), Igor Fraga não demorou a mostrar suas credenciais no competitivo campeonato norte-americano de F-2000, que fez a preliminar da F-Indy em Saint Petersburg (Flórida). Se na primeira corrida da rodada dupla ele acabou envolvido em um acidente e, depois de recuperação, terminou em nono, no domingo ele fez valer a posição na primeira fila do grid e levou o carro da equipe Exclusive Autosport à segunda posição, superado apenas pelo francês Alex Baron. Fraga, campeão brasileiro de F-3 na classe Academy em 2017, ocupa a terceira posição na classificação, a 10 pontos do líder Kyle Kirkwood.

ENDURO PORTAL DA CANASTRA AGITA

A COPA SUL-MINEIRA EM PIUMHI

As trilhas da “porta de entrada na Serra da Canastra” serão invadidas neste fim de semana pelos pilotos de regularidade para o Enduro Portal da Canastra. Piumhi será o palco da segunda etapa da Copa Sul-Mineira, com disputas nas categorias Master, Sênior, Over 40, Over 45, Brasil, Over 50, Júnior e Novatos. O sorteio das posições de largada está previsto para amanhã, último dia das inscrições. Largada, chegada e premiação ocorrerão no Sítio Ranchão. A Copa Sul-Mineira teve início com a prova Etel 20 anos, em Luminárias, e prosseguirá com etapas em Campos Gerais, Lavras, Itajubá, Elói Mendes, São Tomé das Letras e Carmo do Rio Claro.