Sem clube desde outubro, quando rescindiu seu contrato com o Fluminense, o meia-atacante Ronaldinho, 35 anos, campeão da Libertadores com o Atlético em 2013, afirmou que ainda não está pensando em pendurar as chuteiras. Além do futebol brasileiro, os EUA ou Dubai podem ser a nova “casa” de Gaúcho.
 
"Vou jogar um pouco mais. Enquanto o corpo aguentar e eu estiver feliz quero continuar jogando", disse Ronaldinho em entrevista ao jornal espanhol "Marca". "Agora vou ter tempo para refletir. Há muitas possibilidades Vejo atraente a possibilidade de jogar nos EUA, assim como em Dubai e no Brasil. Vou pensar em
algo mais algumas semanas e depois vamos tomar uma decisão", acrescentou.
 
Ronaldinho, que já rodou por vários países fazendo partidas amistosas desde que deixou o Fluminense, ainda tem um compromisso com a equipe carioca. Ele fez um acordo para disputar o torneio amistoso Florida Cup, organizado pela Disney, nos Estados Unidos, que também contará com a participação do Galo.

Apesar de ser uma aposta da diretoria para atrair todos os olhares para o Tricolor, a atitude não foi bem recebida no elenco, inclusive o atacante Fred já falou publicamente sobre sua insatisfação. Ele terá que jogar pelo menos um tempo em cada uma das partidas que o Fluminense disputar no
torneio.

O time tricolor encara o Shakhtar Donetsk, da Ucrânia, dia 17 de janeiro e o Inter, no dia 20. A passagem de Ronaldinho no Fluminense durou menos de três meses. Ele atuou em nove partidas, não fez gols e nem deu assistências. Como não criou qualquer vínculo com o clube, seus ex-companheiros não digeriram muito a história de R10 disputar a competição pelo Flu.
 
Na entrevista, Ronaldinho também afirmar que Neymar já é seu sucessor no Barcelona". "Está exercendo esse papel e continuará fazendo isso por muitos anos. É um excelente jogador e acredito que será a cara do Brasil
pelas próximas temporadas".