Pouquíssimos jogadores podem colocar cinco conquistas da Superliga no currículo. Quanto mais pelo mesmo time. Ao alcançarem o pentacampeonato pelo Sada/Cruzeiro com vitória sobre o Funvic/Taubaté, na manhã deste domingo (7), William, Filipe e Seginho tornaram-se os primeiros atletas a atingirem o feito.

Únicos remanescentes da primeira conquista celeste, na temporada 2011/12, os três experientes atletas tiveram participação fundamental na trajetória do clube e ajudaram o Cruzeiro e tornar-se o primeiro clube detentor de cinco títulos na principal competição do vôlei nacional.

“Me dediquei ao máximo nesses sete anos. Fechamos a temporada com chave de ouro, e agora vamos ver o que acontece. Preciso pensar na melhor oportunidade para mim e para a minha família. Mas, independentemente disso, essa final foi linda, e eu tenho um orgulho enorme de vestir essa camisa”

William,
levantador do Sada/Cruzeiro

 

Na próxima temporada, porém, a parceria enfim será desfeita, pois o levantador William, de 37 anos, já tem um acerto para se transferir ao Sesi-SP. O capitão ainda não quis confirmar oficialmente a saída, mas já falou em tom de despedida após a vitória por 3 a 1 na final contra o Funvic/Taubaté.

“Me dediquei ao máximo nesses sete anos. Fechamos a temporada com chave de ouro, e agora vamos ver o que acontece. Existe o interesse de outras equipes, sim, e eu preciso pensar na melhor oportunidade para mim e para a minha família. Mas, independentemente disso, essa final foi linda, e eu tenho um orgulho enorme de vestir essa camisa”, afirmou o "Mago".

Já o ponteiro Filipe, 37, e o líbero Serginho, 38, ainda não têm o destino definido, mas a ideia da diretoria cruzeirense é renovar com o máximo de jogadores do elenco atual. Os contratos devem ser assinados até o próximo dia 15.

Além do pentacampeonato nacional, o trio também participou de outras importantes conquistas do clube, com destaque para os tricampeonatos no Mundial (2013, 2015 e 2016) e no Sul-Americano de Clubes (2012, 2014 e 2016).

Leia mais:
Pentacampeão: Cruzeiro vence Taubaté e conquista Superliga Masculina 2016/17
Com título da Superliga 2016/17, Cruzeiro alcança mais dois recordes no vôlei nacional
Serginho se isola como maior campeão da Superliga e brinca: 'vou até os 69 anos'
Evandro é eleito o melhor jogador, e times mineiros dominam seleção da Superliga