Adversários de Atlético e Cruzeiro, América e URT, respectivamente, tiveram a chamada “semana cheia” para ajustar os ponteiros e dar trabalho nos jogos de ida das semifinais do Campeonato Mineiro. Galo e Raposa, por sua vez, tiveram duas batalhas no meio da semana: o alvinegro pela Libertadores, e o time celeste na Copa do Brasil.

Descansados deste a 11ª rodada do Estadual, Coelho e Trovão Azul treinaram, mas não foram colocados à prova. Com atividades fechadas e muito mistério, Enderson Moreira e Rodrigo Santana tentaram esconder as escalações para os duelos deste domingo (19).

Enquanto o time de Patos de Minas encara o Atlético, às 11h, no Mineirão, o atual campeão mineiro recebe a Raposa, às 16h, no Independência. Como se classificaram com pontuação inferior aos rivais, ambos não têm a vantagem de jogar por dois resultados iguais para ir à decisão.

Mandante do primeiro duelo, a URT terá casa cheia, mas não de camisas azuis. Por decisão da diretoria, após veto dos dois estádios da cidade, a equipe bicampeã do interior escolheu o Gigante da Pampulha como nova casa e lucrará com os mais de 30 mil pagantes esperados.

Já no lado americano, Enderson Moreira ganhou três reforços para desbancar o Cruzeiro pelo segundo ano consecutivo. Recuperados de lesão, o volante Renato Bruno e os atacantes Felipe Amorim e Hugo Almeida viraram opções.

fichas

Cansados, mas embalados

Apesar do cansaço, Atlético e Cruzeiro vêm embalados pelas grandes atuações que tiveram na última quinta-feira (13). 

Após derrotar o Sport Boys-BOL, por 5 a 2, o único lamento dos atleticanos é não poder contar com o artilheiro Fred, que cumpre suspensão.

Do lado celeste, a vitória por 2 a 0 sobre o São Paulo, em pleno Morumbi, fez aumentar a invencibilidade na temporada, 20 jogos no total, e também a moral dos comandados de Mano Menezes.

numero