A próxima quarta-feira será de decisão para o Atlético. O clube mineiro viaja na tarde desta terça-feira para Chapecó, em voo fretado, com 23 jogadores relacionados. Enfrentará a Chapecoense pelo jogo de volta das oitavas de final da Copa do Brasil.

O técnico Thiago Larghi leva força máxima e não tem nenhum desfalque considerável, uma vez que os lesionados no DM são os mesmos do começo do ano - Uilson e Clayton. São só dois laterais de ofício na relação - Patric e Fábio Santos.

Diante do Atlético-PR, no domingo de Dia das Mães, Larghi também só levou os dois donos da posição pelos flancos. O reserva de Fábio Santos, numa eventualidade, é o zagueiro Juninho, recém-contratado e à espera da estreia. 

Já Patric tinha Samuel Xavier como suplente, mas ele teve o contrato de empréstimo (cedido pelo Sport) rescindido semana passada. O reserva do camisa 29 é o jovem Emerson, outra contratação feita há pouco tempo, mas que estava na Seleção Sub-20 e não pode atuar na Copa do Brasil, pois já foi utilizado na competição pela Ponte Preta.

Larghi deve repetir a escalação diante do Atlético-PR, mas dois jogadores brigam pela vaga de titular, uma vez que foram destaques do segundo tempo da virada do Galo na Arena da Baixada: Elias e Cazares, contra Luan e Otero. 

Atlético segue sem relacionar o volante Arouca, de saída do clube

Atlético segue sem relacionar o volante Arouca, de saída do clube

Outra dúvida é se o jovem Bremer, que marcou o primeiro gol como profissional contra o Furacão, segue titular, deixando o capitão e ídolo Leonardo Silva no banco. O Galo encara a Chape às 19h30 na Arena Condá, após 0 a 0 no jogo de ida. Não há mais gol qualificado como visitante e novo empate (qualquer que seja o placar) encaminhará a decisão da vaga nas quartas para a disputa de pênaltis.