Os sistemas defensivos de Atlético e Cruzeiro foram responsáveis por agitar o mercado de transferência no futebol mineiro, nas últimas horas.

O Galo, que terminou o Brasileirão com a pior defesa entre os 10 primeiros colocados, está atrás de dois zagueiros para 2017. O clube mineiro já liberou Edcarlos e Ronaldo Conceição.

Leia mais
Calendário de 2017 pode colocar Atlético e Cruzeiro 85 vezes em campo

Ainda deve emprestar Jesiel e está perto de anunciar o ex-cruzeirense Bruno Rodrigo. Outros dois nomes que pintam no radar alvinegro correspondem a um mesmo perfil: experiência internacional e sem clubes.

O uruguaio Martín Cáceres, dispensado pela Juventus em julho, ainda negocia, mas é um alvo mais complicado por conta da pedida salarial (quase R$ 600 mil). Já Felipe Santana, revelado pelo Figueirense e com passagens por Borussia Dortmund e Schalke 04, deve assinar com o Galo nos próximos dias.

O empresário do atleta esteve em Belo Horizonte para se reunir com a diretoria alvinegro. Santana, que fará 31 anos em março, não atua desde maio, quando foi rebaixado pelo Kuban Krasnodar, da Rússia, e teve o contrato rescindido.

Na Raposa, a defesa já teve a baixa confirmada de Bruno Rodrigo, cujo contrato que termina no dia 31 não será renovado. Outro titular poderá sair. Manoel tem sondagens do Besiktas, da Turquia. Dono de 40% dos direitos econômicos do zagueiro, o Cruzeiro não tem poder de negociação. Quem está a frente das tratativas com os europeus é o Atlético-PR, que detém 50% dos direitos.

Caso seja vendido para o Besiktas, Manoel deve render ao clube celeste cerca de R$ 11 milhões (40% de um montante de R$ 24,4 milhões).

Coelho
O América anunciou o primeiro reforço para 2017. Trata-se de um velho conhecido do futebol mineiro. O lateral-esquerdo Gérson Magrão, de 31 anos, que disputou a Série B de 2016 pelo CRB.

O jogador, revelado pelo Ipatinga e com passagem pelo Cruzeiro, retornará a BH podendo ocupar a vaga de Danilo Barcelos.

O artilheiro do América na última temporada está a caminho do Atlético. Entretanto, as diretorias de Galo e Coelho precisam alinhavar melhor as nuances da negociação. Enquanto o Galo que apenas ceder Alex Silva, Renan Oliveira e Dodô por empréstimo (arcando com os salários), o América bate o pé e deseja receber uma compensação financeira para liberar Danilo. O decacampeão tem 70% dos direitos econômicos do jogador que marcou 15 gols em 2017.

Danilo, que foi algoz do Galo na final do Mineiro (marcou três gols) também tem sondagens do futebol dos EUA, além de Ponte Preta e Flamengo.