O brasileiro Thiago André obteve um grande feito neste domingo ao se classificar à final dos 800 metros no Mundial de Atletismo, que está sendo realizado no Estádio Olímpico de Londres.

Em sua bateria, a terceira e última da semifinal, Thiago André fez o tempo de 1min45s83 e terminou apenas em quarto, mas avançou à decisão com o segundo melhor entre os não classificados automaticamente - os dois primeiros de cada bateria. No geral, ele fez a sexta melhor marca.

"É uma grande alegria estar na final, fiz hoje (domingo) uma prova para garantir a vaga. Agora vou me concentrar para a final", comentou o atleta. A decisão será disputada na próxima terça-feira.

Sorte diferente teve Éder Souza na semifinal dos 110 metros com barreiras. O brasileiro fez o tempo de 13s70, foi apenas o sexto de sua bateria e acabou não conseguindo avançar à final.

Outra brasileira eliminada neste domingo foi Laila Ferrer. No lançamento de dardo, ela teve como melhor marca 60,54 metros, que lhe valeu apenas a nona colocação do Grupo B - apenas as quatro primeiras de sua chave avançaram à final.

Ainda neste domingo, foi realizada a última prova do heptatlo, os 800 metros. E as brasileiras novamente não foram bem: Tamara Alexandrino foi oitava e última de sua série, com o tempo de 2min34s03, enquanto Vanessa Spinola sequer correu.

Tamara, assim, somou 5.631 pontos e terminou na 24ª colocação e Vanessa foi a 29ª com 4.500. O ouro foi para a belga Nafissatou Thiam, que somou 6.784 pontos. A alemã Carolin Schäfer, prata, e a holandesa Anouk Vetter completaram o pódio.

Outras duas provas com distribuição de medalhas foram realizadas neste domingo entre as mulheres. No salto com vara, o ouro ficou com a grega Ekateríni Stefanídi, com 4,91 metros, sendo seguida pela norte-americana Sandi Morris e pela venezuelana Robeilys Peinado.

Na maratona, Rose Chelimo, do Bahrein, terminou a prova em 2min27s11 e levou a primeira posição - a queniana Edna Kiplagat ficou em segundo e a norte-americana Amy Cragg em terceiro.

No arremesso de peso masculino, o ouro foi para o neozelandês Tomas Walsh, com a marca de 22,03 metros. O norte-americano Joe Kovacs, com 21,66m, e o croata Stipe Zunic, com 21,46m, completaram o pódio.