O tenista paranaense Thiago Wild, de 17 anos, garantiu um lugar na semifinal da chave de duplas do torneio juvenil do US Open, disputado em Nova York, jogando ao lado do argentino Sebastian Baez. Os dois venceram nas quartas de final o francês Dan Added e o belga Zizou Bergs por 2 sets a 1 - com parciais de 3/6, 7/6 (8/6) e 10 a 8 no match tie-break.

Agora, ambos terão pela frente os principais cabeças de chave da competição: o taiwanês Yu Hsiou Hsu e o chinês Yibing Wu. A outra semifinal será disputada entre a dupla japonesa formada por Toru Horie e Yuta Shimizu contra o norte-americano Trent Bryde e o português Duarte Vale.

Se avançar à decisão, Thiago Wild dará ao Brasil a oportunidade de conquistar o segundo título seguido nos Estados Unidos. No ano passado, o paulista Felipe Meligeni Alves foi campeão da categoria juvenil junto com o boliviano Juan Carlos Aguilar. O mineiro João Menezes e o gaúcho Rafael Matos foram vice-campeões na edição 2014 do US Open juvenil.

Entre os adultos, a dupla formada pelo romeno Horia Tecau e o holandês Jean-Julien Rojer - que havia ganho do mineiro Bruno Soares nas quartas de final - chegou à final do Grand Slam após bater na semifinal da competição o finlandês Henri Kontinen e o australiano John Peers, dupla número 1 no ranking da ATP, de virada - com parciais de 1/6, 7/6 (7/5) e 7/5.

Na final, Horia Tecau e Jean-Julien Rojer enfrentarão os espanhóis Marc López e Feliciano López, que eliminaram os irmãos gêmeos norte-americanos Bob e Mike Bryan também de virada (3/6, 6/3 e 6/4). Os tenistas lutam pelo quarto título - ambos já conquistaram o ATP 250 de Winston-Salem, além do ATP Finals e Wimbledon, em 2015.