Do apito final de Francisco de Assis Almeida, na derrota do Flamengo, por 2 a 1, para o Goiás – jogo da sétima rodada do Brasileirão de 2010 – até a estreia do Boa Esporte no hexagonal final do Módulo II do Mineiro, às 17h30 do próximo sábado, contra o Uberaba, farão exatos 2.500 dias que o goleiro Bruno não pisa em campo num jogo oficial.

Com retorno aos gramados marcado para o Melão, em Varginha – informação esta obtida pela reportagem do Hoje em Dia –, Bruno tentará deixar para trás a angústia de viver encarcerado e sem perspectivas de calçar novamente o par de luvas; mesmo que para isto tenha que encarar a fúria de parte da sociedade.

Condenado há 22 anos de prisão por envolvimento na morte da ex-amante, Eliza Samúdio, o arqueiro ganhou liberdade no fim de fevereiro e agora aguarda por novo julgamento como funcionário do atual campeão da Série D.

Apresentado no time de Varginha há três semanas, Bruno chegou a ser cotado para atuar no duelo contra o CAP Uberlândia, no último sábado, no qual o técnico Julinho Camargo optou por utilizar a equipe reserva, já que a classificação à próxima fase já estava assegurada pela Coruja.

A equipe boveta se classificou como terceiro colocado do Grupo B, fazendo a pior pontuação entre os seis classificados para o hexagonal, a ser disputado em turno e returno. Além dela e do Uberaba, Betinense, Tupynambas, Social, e Patrocinense brigarão pelo acesso ao Módulo I de 2018.

Apesar de disfarçar e não confirmar Bruno entre os titulares no sábado, Julinho Camargo admite que a preparação do camisa 1 está sendo intensa. Cogitando até adiar a estreia, a tendência é que o comandante dê o braço a torcer e, pressionado pela diretoria, antecipe o que chama de "momento ideal".

“O Bruno está evoluindo muito rapidamente. Ele será inscrito nesta semana e deverá estrear em breve. Vou me reunir na terça-feira (4) com a comissão técnica para decidir se o Bruno já estreia no final de semana ou se vai aguardar um pouco mais”, revelou Camargo à Folha de S. Paulo.

Os confrontos
Na tabela divulgada pela Federação Mineira de Futebol (FMF), no início de noite de ontem, ficaram definidos todos os confrontos da segunda e última fase do Módulo II do Estadual.

Também no sábado, o Tupynambas receberá o Betinense, às 16h, no Mário Helênio, em Juiz de Fora. Na primeira fase, a equipe da Zona da Mata fez 19 pontos e ocupou a vice-liderança do Grupo A. O time da Região Metropolitana de BH, por sua vez, fez 21 e terminou como líder da chave.

No Soares de Azevedo, em Muriaé, o Nacional terá pela frente a Patrocinense. Terceiro colocado do grupo de Tupynambas e Betinense, os donos da casa terão uma das sensações da competição.

Com apenas uma derrota, em 10 jogos, o time de Patrocínio promete dar trabalho no hexagonal. O anúncio de quatro ou cinco reforços, inclusive, é esperado para os próximos dias.

Desafio de Bruno
Após estrear em casa e, supostamente, com apoio total vindo das arquibancadas, Bruno terá quatro dias para o primeiro duelo como visitante e sob pressão da torcida adversária.

Na quarta-feira (12), o Boa vai até Patrocínio, onde encara os donos da casa, às 20h.No último confronto entre ambos, a torcida local se referiu à Coruja como “time de assassino”.