Os três grandes clubes de Minas Gerais iniciam o ano de 2018 com os olhares voltados para o ataque, especificamente para a camisa 9. América, Atlético e Cruzeiro foram ao mercado antes do Natal e apostam na chegada de centroavantes renomados no futebol brasileiro para alçar grandes voos na próxima temporada.

CRUZEIRO

Talvez na contratação mais surpreendente da janela de transferências até o momento, o Cruzeiro aproveitou a rescisão de Fred com o Atlético, agiu rápido, e acertou o retorno do atacante à Toca da Raposa II após 13 anos.

Aos 34 anos, Frederico Chaves Guedes chega à Raposa com a missão de preencher a lacuna deixada no ataque da equipe celeste desde a saída do argentino Ramón Ábila, que retornou ao Huracán, e a lesão de Sassá.

Em 2017, apesar do ano ruim do Atlético, Fred marcou 30 gols nos 55 jogos que disputou. O vínculo do centroavante com o Cruzeiro é de três anos.

Na primeira passagem pela Toca, entre 2004 e 2005, o atacante disputou 71 partidas e balançou as redes 56 vezes.

Agora, ele chega com o desafio de reconquistar a China Azul, que ficou dividida com a sua volta ao clube depois da passagem por um ano e meio no maior rival, numa negociação que na época foi encarada como uma disputa entre os dois clubes para tirá-lo do Fluminense.

ATLÉTICO

Com a iminente saída de Fred, o Atlético também foi ao mercado, e acertou a contratação de Ricardo Oliveira.

Aos 37 anos, o centroavante, que atuou nas últimas três temporadas pelo Santos chega credenciado por passagens por grandes clubes do futebol brasileiro e europeu.

Com contrato até o final de 2019, Oliveira vem com a responsabilidade de assumir a camisa que nos últimos anos foi vestida por atacantes de peso, como Diego Tardelli, Lucas Pratto e o próprio Fred.

Ele buscará na Cidade do Galo uma temporada superior à de 2017, quando balançou as redes apenas 12 vezes, número baixo para um jogador da sua posição.

AMÉRICA

De volta à Série A, o América também pensa grande em 2018. E para aumentar ainda mais a expectativa da torcida, a diretoria acertou a contratação de Rafael Moura, que defendeu o Atlético neste ano.

Com 34 anos, o atacante tem passagens por outros grandes clubes do futebol brasileiro como Corinthians, Fluminense e Internacional, e tem o perfil desejado pela cúpula do Coelho - experiente e com bagagem de Série A.

Em 2017, o He-Man disputou 51 partidas, marcou dez gols e deu quatro assistências. O vínculo do centroavante com o Coelho vai até dezembro de 2018.