O dia mais importante da história da URT finalmente chegou. Quando o relógio apontar 21h, a equipe de Patos de Minas entrará em campo no Rio Grande do Norte em busca do inédito acesso nacional. Como venceu o jogo de ida por 1 a 0, o Trovão Azul precisa de um empate simples para deixar para trás o Globo, dono da casa, e garantir vaga na Série C de 2018.

Com 5 vitórias, 4 empates e duas derrotas na competição – considerando todas as fases –, o atual bicampeão do interior no Campeonato Mineiro terá pela frente um rival osso duro de roer. Com 8 vitórias e três derrotas, a última justamente para a URT, o time potiguar tem a vantagem do entrosamento. Enquanto a equipe mineira manteve apenas três jogadores desde o término do Estadual, o Gavião de Ceará-Mirim tem a mesma base desde 2014.

Para o duelo de logo mais, o técnico Rodrigo Santana deve contar com o que tem de melhor. Sem suspensos e/ou lesionados, ele colocará em campo o time que considera ideal. Para o comandante, manter os pés no chão e evitar todo e qualquer tipo de euforia é a receita para voltar para casa com a classificação e com o nome marcado na história do time patense.

Mineiros que subiram
Criada em 2009 pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF), a Série D teve apenas dois clubes mineiros conseguindo acesso à Terceira Divisão: em 2011 e 2013 o Tupi, e em 2014 o Tombense.

Globo-RN x URT

Globo

Rafael, Angelo, Negretti, Jamerson, Renatinho Carioca (Pablo); Reinaldo, Tiago Lima, Erick, Renato Potiguar; Gláucio e Denis (Romarinho)
Técnico: Luizinho Lopes

URT

Juninho, Ramos, Diego Borges, Victor Salinas, Marinho Donizete; Leandro, Marielson, Marcos Vinícius, Rafael Oller; Douglas Iskilo e Felipe Alves
Técnico: Rodrigo Santana

Horário: 21h. Local: Estádio Manoel Barretto (Barrettão), em Ceará-Mirim (RN). Arbitragem: Daniel Nobre Bins, auxiliado por Lúcio Beiersdorf Flor e Leirson Peng Martins; trio gaúcho. Transmissão: Esporte Interativo