Se o Atletico ganhará menos do que era previsto da venda de Lucas Pratto, do São Paulo, ao River Plate, a soma que irá entrar nos cofres do Galo podem ficar ainda mais reduzidas. Isso porque o Vélez Sarsfield cobrará o clube mineiro de uma cláusula de participação nesta negociação recente.

As informações foram trazidas pelo site TyC Sports, da Argentina. Nela é informada que a cobrança do Vélez seria na casa de 1 milhão de dólares dentro dos 9,2 milhões de euros que o Atlético recebeu por negociar 95% dos direitos econômicos de Lucas Pratto. 

Entretanto, os valores podem ainda ser maiores. O Atlético comprou Lucas Pratto do Vélez em dezembro de 2014 pagando 3,2 milhões de euros na época. Ficou acordado que o Fortín teria 20% do lucro que o Galo obtivesse quando vendesse Pratto. Esta porcentagem se aplicaria após o Atlético receber o valor global pelo atacante. Ou seja, ao vender 50% de Pratto ao São Paulo em 2017, o alvinegro não repassou os 20% da "mais-valia" ao Galo, segundo a publicação argentina.

Assim, o Vélez cobrará 20% dos 6 milhões de euros de lucro que o Atlético teve com Lucas Pratto, o que representaria 1,2 milhão de euros para os cofres do time argentino, e não os 1 milhão de dólares citados na nota do TyC Sports.