O desempenho da Ferrari na última corrida da Fórmula 1 - o GP do Canadá, em Montreal, que terminou com vitória do alemão Sebastian Vettel -, levou o piloto finlandês Valtteri Bottas, da Mercedes, a apontar a escuderia rival como favorita a faturar a próxima vitória no GP da França.

Na véspera do começo dos primeiros treinos livres para a corrida no circuito de Paul Ricard, Valtteri Bottas considerou que Sebastian Vettel e o compatriota Kimi Raikkonen são os favoritos para faturar a prova, mas disse que a disputa será apertada, com pelo menos três equipes brigando pela ponta.

"A Ferrari é a favorita, com base no que vimos em Montreal, tanto no ritmo, no treino e na corrida", disse Valtteri Bottas, que lamentou a performance do carro da Mercedes na prova anterior. "Em teoria (nosso carro) deveria estar certo bem, mas, teoricamente, em Montreal também deveria estar e a Ferrari foi mais rápida do que nós. Vai ser complicado, possivelmente com três equipes lutando pela vitória. Mas vamos aprender mais amanhã (sexta-feira)", completou.

O piloto finlandês disse ainda não saber se ele e seu companheiro de equipe, o inglês Lewis Hamilton, poderão usar o novo motor. O antigo motor, que acumula sete corridas, pode ter sido a causa do rendimento insatisfatório em Montreal. "Com certeza, precisamos de algum tipo de motor novo porque o outro já tem sete corridas", disse Valtteri Bottas. "Estamos desejando muito executar o novo tipo de motor, mas precisamos confirmar amanhã (no treino) se podemos ou não", comentou.

O finlandês não foi capaz de ameaçar Sebastian Vettel na última prova e terminou na segunda posição. Na classificação geral do campeonato, Valtteri Bottas é o terceiro colocado, atrás de Lewis Hamilton e do líder Sebastian Vettel. Ele projeta melhora individual e da equipe no GP da França.

"As três melhores equipes estão muito próximas em todas as corridas, então qualquer ganho que tivermos será muito importante se quisermos vencer o título", disse o finlandês. "Precisamos de algumas melhorias se quisermos lutar pelas vitórias, mas também precisamos melhorar o carro", finalizou.

Os primeiros treinos livres para o GP da França serão realizados nesta sexta-feira (22), no circuito de Paul Ricard. A primeira sessão será às 7 horas (de Brasília), enquanto que a segunda começa às 11 horas, mesmo horário do treino qualificatório para o grid no sábado. A corrida será neste domingo e a largada está prevista para acontecer às 11h10.