O último sábado foi um dia especial para todos os envolvidos no Campeonato Total Kart/Hoje em Dia. Na pista ou fora dela, a "Corrida do Milhão" vai escrevendo a sua história como a mais charmosa e esperada da temporada. Mais de 100 quilos de material, entre brinquedos, roupas e alimentos, foram arrecadados e serão repassados aos projetos "Sopa da Dona Selma" e "Lá da Tabelinha"; houve a esplendorosa e animada narração de Amaury Gonçalves, do programa Velocidade sem Limites, da rede Band Minas; e, claro, a briga apertada pela liderança do campeonato nas categorias Hoje em Dia e Focar, com o vencedor de cada uma delas levando para casa "o milhão" (no caso, para manter o espírito de descontração, uma caprichada espiga de milho); tudo isso em um único dia! Não é de surpreender que a etapa já deixa saudades.

Começando pela categoria Hoje em Dia, Leonardo Oliveira levou a melhor. Largando em 14º, Oliveira assumiu a liderança apenas na última volta, lutando, literalmente, até o fim pela vitória, que foi apertada: 40 milésimos de segundo (não, você não leu errado) para o segundo colocado, Adriano Juliani que, por sua vez, chegou 20 milésimos de segundo (isso mesmo, ainda mais apertado) à frente do terceiro, Roberto Veloso. Fecharam o pódio Rogério Ferreira e Cláudio Dumont. Com a vitória, Oliveira assumiu a liderança do campeonato, seguido de perto por Christopher Laguna e com Leandro DK fechando o top 3.

"Comecei a corrida em 14º. Tive uma boa largada e, com 4 ou 5 voltas, já estava em sexto. Perdi muito tempo atrás do Cláudio Junqueira que foi o mais difícil de ultrapassar. O primeiro kart não tinha um bom rendimento, então, precisava trocá-lo assim que o box abrisse: foi o que fiz. O segundo kart era melhor e (ainda) consegui ganhar uma posição na parada de box. (Após o PaceKart) tive uma boa relargada, conseguindo ultrapassar os retardatários que estavam entre o quarto colocado e eu. Logo na primeira volta já estava em terceiro, assim, mirei o segundo (Roberto Veloso) e o primeiro (Adriano Juliani) colocados, que estavam numa briga tremenda. Sabia que se eu conseguisse aproximar teria chance de vitória (...). Na bandeira branca já fiz a segunda curva na cola do Veloso e, no meio da última volta, o passei. Na mesma reta passei o Juliani, assumindo a liderança. Fiquei muito contente por ganhar a corrida mais esperada do ano! E essa vitória foi especial por ser a primeira em 4 anos de campeonato", destacou Oliveira.

Já na bateria Focar, "o milhão" ficou com Leonardo Haiduck, que assumiu a liderança do campeonato após a vitória, um pouco mais tranquila, segundo o próprio piloto. Largando no fim do grid, Haiduck conseguiu sair bem e assumir a ponta ainda nas primeiras voltas, tomando-a de Marcelo Soares. A briga mais intensa ficou entre o segundo e o quinto colocados, que mudaram de mãos várias vezes, principalmente com as paradas de boxes e relargada.

Welerson Oliveira chegou em segundo, à frente de Feliciano Baeta, Marcelo Soares e Ivan Renault. No campeonato, Oliveira e Baeta seguem o líder (Haiduck) na busca pelo título.

"Tive uma corrida, digamos, um pouco tranquila. Fiz uma boa largada. Consegui estar entre os 5 primeiros logo no início e, com pouco tempo, consegui ficar em 1º. Peguei dois karts bons e com uma boa parada nos boxes. Minha maior dificuldade foi o cansaço, por que andei na noite passada uma hora e 40 sem parar, em outra corrida. Mas consegui me controlar e ser campeão da "corrida do milhão" na categoria Focar. Fiquei muito feliz com o resultado! Com isso, acumulo dois "milhões" em meu currículo no Total Kart", brincou Haiduck.

O Total Kart/Hoje em Dia tem apoio do Hoje em Dia, Focar Brasil, Namastê Estamparia, CDS Cadeiras de Rodas, Hidroligth, Cirúrgica Shopping, Penteadeira Salon. Mais informações em www.totalkart.com.br.