Como já é de costume no futebol brasileiro, vários jogadores deixam o país ainda muito jovens para buscar a tão sonhada carreira no futebol europeu. Fernando, de 19 anos, é mais um garoto a se enquadrar nesta história. O atacante, que deu início à sua formação profissional na equipe da A.M.D.H. – Associação Mineira de Desenvolvimento Humano –, ainda aos 17 anos, foi vendido pelo Palmeiras ao Shakhtar Donetsk da Ucrânia por cerca de R$ 24 milhões, no último mês.

A A.M.D.H. é uma instituição sem fins lucrativos, que tem como propósito prestar serviços à sociedade, nos âmbitos social, cultural, educacional e esportivo.

Em 2012, no município de Betim, região metropolitana de Belo Horizonte, a entidade conseguiu apoio através de empresas da cidade e também por Lei de Incentivo ao Esporte, para lançar o A.M.D.H. Futebol Clube, seu projeto futebolístico.

De lá pra cá, a equipe vem dando trabalho aos grandes clubes da capital mineira, fazendo ótimas campanhas no Campeonato Mineiro das categorias sub-15 e sub-17, além de participar por três vezes Taça BH, uma das principais competições de base do futebol brasileiro. Coordenador do projeto, Evandro Marçal fala um pouco mais sobre o clube que vem ganhando notoriedade no cenário esportivo:

“O A.M.D.H. Futebol Clube é o projeto mais audacioso da nossa instituição. Não é algo fácil montar um clube de futebol em Minas Gerais, pois a concorrência é forte. Além dos grandes clubes da primeira divisão do futebol brasileiro, temos várias equipes consolidadas no interior e região metropolitana. Mas, trabalhando forte e de forma séria, estamos conseguindo nosso espaço dentro deste cenário", conta Evandro.

"Desde 2012, temos as equipes sub-15 e sub-17 sempre disputando o campeonato estadual e fazendo grandes campanhas, inclusive, com bons resultados frente a Atlético, Cruzeiro e América. Em 2017, passamos pela quarta vez consecutiva à segunda fase do Campeonato Mineiro na categoria sub-15 e conquistamos o título de Campeão Mineiro do Interior. Isso tudo é motivo de muito orgulho para nós e, claro, dá uma motivação a mais para seguir trabalhando e surpreendendo a cada dia", acrescenta.

Como clube formador, o A.M.D.H. se destaca no encaminhamento de atletas às categorias de base de grandes clubes do futebol brasileiro. Além de Fernando, hoje no Shakhtar, outras jovens promessas do Palmeiras são oriundas do A.M.D.H.; casos de Rondinely e Victor Alves, que também deram seus primeiros passos no clube de Betim e, hoje, integram o elenco sub-17 do Verdão.

No América, o atacante Valdir é uma das opções da equipe sub-20 e, no sub-17, o zagueiro Marcos Vinicius se destaca, juntamente com o atacante Goldeson. Já no Cruzeiro, Alexandre figura entre os atacantes da equipe sub-17, assim como Agton, no sub-20 do Goiás. Os exemplos citados comprovam o bom desempenho do A.M.D.H. como clube formador, mostrando que o trabalho desempenhado pela equipe credencia o clube a se manter como novo celeiro de jovens promessas do futebol brasileiro.

Para tanto, o A.M.D.H. Futebol Clube trabalha com a captação de atletas de diversas formas, desde o monitoramento de jogadores dispensados das grandes equipes até as tradicionais peneiras, passando também por indicações de parceiros do projeto. 

Devido aos bons resultados, a procura tornou-se muito grande, e fez com que o clube passasse a seguir algumas diretrizes para que este processo seja feito com excelência. Sobre futuro, Evandro pensa na confiança no projeto a longo prazo para formação de novos atletas.

"Além dos resultados, conseguimos também encaminhar vários atletas a grandes clubes de todo o Brasil. São os frutos que a gente colhe deste grande trabalho, que vem evoluindo de forma rápida e eficiente. Um grande exemplo disso é o Fernando, que percebemos ser um atleta diferente logo no início dele aqui. A ascensão foi meteórica. Ele foi praticamente contratado pelo Palmeiras antes mesmo de finalizar a participação na Taça BH. É um garoto brilhante, tem um futuro enorme pela frente. Esperamos que “outros Fernandos” saiam daqui para brilhar mundo afora” finaliza.

Atualmente, o A.M.D.H. ocupa a 6ª colocação no Campeonato Mineiro Sub-15, com 11 pontos. Já no estadual categoria sub-17, a equipe de Betim está na 4ª colocação com 13 pontos, atrás apenas de Atlético, Cruzeiro e América, respectivamente. Cabeça de chave do Grupo C da Taça BH, o A.M.D.H. tem pela frente o Fluminense, dia 17/07, na rodada de abertura da competição. Compõem o grupo a equipe do Figueirense e a Ponte Preta.

amdbh