O alemão Sebastian Vettel conseguiu segurar a pressão do finlandês Valtteri Bottas nas últimas voltas e venceu neste domingo (8) o GP do Bahrein de Fórmula 1, a segunda corrida da temporada e a de número 200 do piloto da Ferrari na carreira.

A escuderia italiana optou por uma estratégia ousada e deixou Vettel na parte final da corrida com os pneus mais desgastados. Bottas começou a tirar a diferença e colou no alemão nas voltas finais. Mas aí ele fez valer da experiência de quem é tetracampeão do mundo e conseguiu segurar as investidas do rival. O inglês Lewis Hamilton, que havia largado em nono lugar por ter trocado a caixa de câmbio, completou o pódio.

O finlandês Kimi Raikkonen, que saiu em segundo lugar no grid, perdeu a posição para Bottas logo após a largada. Ele vinha sustentando o terceiro lugar até que se envolveu em um incidente na parada dos boxes, na 36ª volta.

Raikkonen recebeu a autorização para deixar o pit, mas um mecânico ainda estava terminando de trocar o pneu esquerdo traseiro. A roda passou em cima da perna do mecânico, que teve fratura exposta. Antes de voltar à pista, o finlandês foi avisado do acidente e abandonou a prova.

Os pilotos da Red Bull também não tiveram o que comemorar. O australiano Daniel Ricciardo foi ultrapassado pelo francês Pierre Gasly, da Toro Rosso, na largada e logo depois abandonou por problemas elétricos.

O holandês Max Verstappen fazia um bom começo de prova e chegou a deixar para trás Hamilton nas primeiras voltas. Mas no momento que ultrapassou o inglês os carros se tocaram e a Red Bull teve um dos pneus furados.

A Toro Rosso, em compensação, comemorou como se fosse título a quarta colocação de Gasly. O francês se manteve no pelotão da frente durante toda a prova e demonstrou que pode surpreender ainda mais no decorrer da temporada.

Ele ficou à frente do dinamarquês Kevin Magnussen, o quinto colocado. O alemão Nico Hülkenberg terminou em sexto lugar, com o espanhol Fernando Alonso em sétimo e o belga Stoffel Vandoorne em nono. O sueco Marcus Ericcson fechou a lista dos dez primeiros colocados.

Depois de também vencer o GP da Austrália na abertura da temporada, Vettel lidera o Mundial de Pilotos com 50 pontos. Hamilton é o vice-líder, com 33. A próxima etapa da Fórmula está marcada para o domingo, no GP da China. Os treinos livres começam na quinta-feira.

Confira a classificação final do GP do Bahrein:

1.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), em 1h37min033

2.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), a 0s699

3.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), a 6s512

4.º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), a 62s234

5.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), a 75s045

6.º - Nico Hülkenberg (ALE/Renault), a 99s024

7.º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), a 1 volta

8.º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), a 1 volta

9.º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), a 1 volta

10.º - Esteban Ocon (FRA/Force India), a 1 volta

11.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Renault), a 1 volta

12.º - Sergio Perez (MEX/Force India), a 1 volta

13.º - Brendon Hartley (NZL/Toro Rosso), a 1 volta

14.º - Charles Leclerc (MON/Sauber), a 1 volta

15.º - Romain Grosjean (FRA/Haas), a 1 volta

16.º - Lance Stroll (CAN/Williams), a 1 volta

17.º - Sergey Sirotkin (RUS/Williams), a 1 volta

Não completaram a prova:

Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari)

Max Verstappen (HOL/Red Bull)

Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull)