A Ferrari voltou a provar o bom momento que vive neste início de temporada e cravou uma dobradinha no grid de largada para o GP da China, que acontecerá neste domingo. No treino classificatório deste sábado, no Circuito Internacional de Xangai, Sebastian Vettel superou seu companheiro de equipe Kimi Raikkonen e conseguiu sua segunda pole position consecutiva.

A batalha foi das mais disputadas. Vettel só superou Raikkonen em sua última tentativa na pista, com o cronômetro já zerado, e por menos de um décimo de diferença. O alemão cravou a marca de 1min31s095, um pouco mais veloz do que o finlandês, que chegou a sentir o gosto da pole com o tempo de 1min31s182.

Apenas 87 milésimos impediram que Raikkonen fosse o piloto mais velho a largar na pole de uma prova da Fórmula 1 em 25 anos. Seria a primeira vez desde o GP de Mônaco, no ano passado, que ele alcançaria a ponta. Mas o finlandês não tem motivos para reclamar. Afinal, a Ferrari cravou sua segunda dobradinha no grid consecutiva, o que não acontecia desde 2006, ainda com Michael Schumacher.

Prova da superioridade da Ferrari neste início de temporada. Em meio a diversos erros, a até então soberana Mercedes tem sofrido para alcançar a rival nas primeiras provas, e isto ficou claro na China, com os dois pilotos da equipe largando na segunda fileira.

Valtteri Bottas ficou quase meio segundo atrás de Vettel e será o terceiro no grid, com o tempo de 1min31s625. Já o atual campeão Lewis Hamilton foi ainda pior, cravou a marca de 1min31s675 e sairá apenas na quarta colocação.

Nesta sequência das melhores equipes do momento, a Red Bull cumpriu o roteiro e colocou seus dois carros na terceira fileira. O holandês Max Verstappen foi o quinto mais rápido do treino, com a marca de 1min31s796, enquanto seu companheiro, o australiano Daniel Ricciardo, foi o sexto, com 1min31s948.

Destaque também para a Renault, que teve Nico Hulkenberg como o sétimo mais rápido, após marcar 1min32s532, e Carlos Sainz Jr. como nono, com 1min32s819. Entre eles, a Force India de Sergio Perez, que marcou 1min32s758. E fechando os 11 primeiros, estão os carros da Haas, com Romain Grosjean em décimo e Kevin Magnussen em 11.º.

A McLaren voltou a sofrer nos treinos e colocou Fernando Alonso em outra situação complicada. Se o espanhol vem correspondendo nas provas - foi quinto na Austrália e sétimo no Bahrein -, terá que largar bem atrás novamente, apenas em 13.º, após ser eliminado no Q2. Assim como seu companheiro, Stoffel Vandoorne, que sairá em 14.º.

Marcus Ericsson, da Sauber, foi punido com a perda de cinco posições por não respeitar uma bandeira amarela, o que não fará diferença no grid, já que ele cravou o pior tempo do dia. Mas o sueco também recebeu três pontos em sua Super Licença, chegando a cinco nos últimos 12 meses.

Terceira etapa da temporada 2018 da Fórmula 1, o GP da China acontece neste domingo às 3h10 (horário de Brasília). Vettel chega como líder do Mundial de Pilotos, com 50 pontos, seguido por Hamilton, com 33, e Valtteri Bottas, com 22.

Confira o grid de largada para o GP da China:

1.º - Sebastian Vettel (ALE/Ferrari), 1min31s095
2.º - Kimi Raikkonen (FIN/Ferrari), 1min31s182
3.º - Valtteri Bottas (FIN/Mercedes), 1min31s625
4.º - Lewis Hamilton (ING/Mercedes), 1min31s675
5.º - Max Verstappen (HOL/Red Bull), 1min31s796
6.º - Daniel Ricciardo (AUS/Red Bull), 1min31s948
7.º - Nico Hulkenberg (ALE/Renault), 1min32s532
8.º - Sergio Perez (MEX/ Force India), 1min32s758
9.º - Carlos Sainz Jr. (ESP/Renault), 1min32s819
10.º - Romain Grosjean (FRA/Haas), 1min32s855
11.º - Kevin Magnussen (DIN/Haas), 1min32s986
12.º - Esteban Ocon (FRA/Force India), 1min33s057
13.º - Fernando Alonso (ESP/McLaren), 1min33s232
14.º - Stoffel Vandoorne (BEL/McLaren), 1min33s505
15.º - Brendon Hartley (HOL/Toro Rosso), 1min33s795
16.º - Sergey Sirotkin (RUS/Williams), 1min34s062
17.º - Pierre Gasly (FRA/Toro Rosso), 1min34s101
18.º - Lance Stroll (CAN/Williams), 1min34s285
19.º - Charles Leclerc (MON/Sauber), 1min34s454
20.º - Marcus Ericsson (SUE/Sauber), 1min34s914*

* punido com a perda de cinco posições no grid.