A prática de exercícios físicos tornou-se uma necessidade do ser humano, especialmente quando se chega na terceira idade. Na capital, ter melhor qualidade de vida e sem gastos financeiros é possível para esse público. Desde 2009, as “Academias da Cidade” oferecem atividades diversificadas e gratuitas para aqueles que querem deixar de lado a vida sedentária ou buscam algum tipo de reabilitação.

Atualmente, cerca de 23 mil idosos são beneficiados pelas atividades oferecidas de forma gratuita pela Prefeitura de Belo Horizonte, nas 51 academias espalhada pela cidade. Segundo a Secretaria Municipal de Saúde, as ações oferecem vários benefícios para os participantes, como promoção à saúde e prevenção das doenças crônicas, como hipertensão, doenças cardiovasculares e diabetes.


Opinião
 
Antes de participar dessas atividades, o aposentado Elídio Duque Neto, de 80 anos, sofria de depressão. “Aqui, além dos exercícios, eu faço boas e novas amizades, me sinto mais disposto e feliz. O ambiente é agradável, melhorei fisicamente. O melhor de tudo é que não pago nada por isso”, afirma.

Todas as atividades nas academias são monitoradas. Os exercícios são feitos com cadeiras, colchonetes, bastões, bolas, arcos, pesos alternativos (construídos com garrafas pet e areia), caneleiras e cordas. A força, flexibilidade, condicionamento, equilíbrio e postura dos alunos são trabalhados.

“Os movimentos são funcionais e ajudam no dia a dia do idoso. Quando praticamos o ‘peitoral’ abrindo e fechando os braços, por exemplo, sabemos que vai ajudar o aluno a abrir uma janela com mais facilidade”, explica a educadora física da unidade do bairro Caiçara, Daniela Katoo de Assis. “A Academia da Cidade não é só ginástica, fazemos festa e eventos com os alunos, promovendo também a socialização entre eles”.

Clélia de Oliveira Silvério, 66 anos, é uma das novatas, mas mesmo com pouco tempo já notou diferença no corpo e na mente. “Estou aqui há quase dois meses e meu equilíbrio melhorou muito”, conta.

No 1º dia de cada mês as inscrições são abertas para quem quiser participar das atividades em uma das Academias da Cidade. As vagas são limitadas. Mais informações pelo telefone 156.
 
Conheça o que esta turma animada está fazendo para melhorar sua qualidade de vida na Edição Digital.