A Polícia Civil investiga a denúncia de prática de crime de estupro virtual de vulnerável em Carmo do Cajuru, na região Centro-Oeste de Minas. O principal suspeito é um adolescente de 17 anos. Nesta quinta-feira (18), ele foi conduzido até a Delegacia da Polícia Civil para prestar esclarecimentos.

Segundo o delegado responsável pelo caso, Weslley Castro, entre as vítimas está uma menina de 11 anos. Ao todo, oito crianças teriam sofrido com o crime. “Familiares da menina procuraram de delegacia na última terça-feira, dizendo que alguém havia criado um perfil falso na rede social e, após obter a confiança da vítima, passou a solicitar fotos nuas, além de enviar fotos do órgão sexual para a criança”, detalha o delegado.

Foram iniciadas as investigações e o adolescente foi conduzido à delegacia, juntamente com o responsável legal, para prestar esclarecimentos. “O computador e o aparelho celular tem uma identificação e foi assim que chegamos ao investigado. Uma equipe de policiais civis compareceu à residência do adolescente. O rapaz confessou os fatos análogos ao crime de estupro de vulnerável”, conta o delegado Weslley.

A corporação informou que o adolescente prestou depoimento e foi liberado. Em vistoria prévia dos dispositivos apreendidos, os policiais identificaram pelo menos mais oito vítimas, todas meninas e menores de idade, motivo pelo qual as investigações prosseguem para mais esclarecimentos.