Na manhã deste sábado (9), um agente de segurança penitenciário fez um disparo acidental dentro do Hospital de Pronto-Socorro João XXIII, na região Centro-Sul de Belo Horizonte.

A assessoria de imprensa da Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig), responsável pela unidade de saúde, apenas confirmou o ocorrido, mas não deu mais detalhes sobre o caso, que aconteceu na recepção do Centro de Terapia Intensiva (CTI). Ninguém ficou ferido.

A Polícia Militar informou que foi chamada até o local, mas que o caso ficou a cargo da Secretaria de Estado de Administração Prisional e da Polícia Civil, que realizou perícia no local.

Por meio de nota, a Seap explicou que o caso ocorreu durante a troca de turno de agentes que faziam a escolta de um detento internado no João XXIII. Além disso, a secretaria esclareceu que está apurando o fato.