A Campanha de Vacinação contra a Gripe termina na sexta-feira (15), mas somente 62% das gestantes brasileiras buscaram os postos de vacinação, segundo o Ministério da Saúde. A baixa procura das grávidas pela imunização fez com que o secretário nacional de Vigilância em Saúde, Osnei Okumoto, fizesse um apelo a esse grupo prioritário.

“Futura mamãe, a cobertura vacinal contra gripe está muito baixa nesse grupo prioritário. Existe a necessidade de que você procure uma unidade básica de saúde para se vacinar e proteger o seu filho que está para nascer. É muito importante que ele nasça e cresça com muita saúde e com muita felicidade”, disse Okumoto.

“Procure um centro de saúde, uma unidade básica de saúde para que se vacine e receba toda assistência dos profissionais ali existentes”, completou.

Além das gestantes, devem receber a dose crianças de 6 meses a menores de 5 anos, idosos a partir de 60 anos, trabalhadores da saúde, professores das redes pública e privada, povos indígenas, puérperas (até 45 dias após o parto), pessoas privadas de liberdade e funcionários do sistema prisional.

Leia mais:
Campanha de vacinação contra gripe termina na sexta-feira
Corpo blindado: aprenda a criar barreiras imunológicas e a ter uma saúde de ferro
Minas registra 23 mortes por gripe de janeiro a junho deste ano