O Sindicato dos Metroviários de Minas Gerais (Sindimetro-MG) confirmou que recebeu, na tarde desta quarta-feira (30), a notificação sobre a liminar do Tribunal Regional do Trabalho em Minas Gerais, referente à escala mínima.  Mas reafirmou que os trens não vão circular nesta quinta-feira (31), feriado de Corpus Christi.

Pela decisão do desembargador Márcio Flávio Salem Vidigal, os metroviários devem cumprir escala mínima de 80% no horário das 05h30 às 10 horas e das 16h às 20h, de segunda a sexta-feira, e de, no mínimo 60%, nos demais horários e dias da semana.

Durante toda a escala, o centro de controle operacional deve funcionar de modo integral para garantir garantir, no mínimo, um trabalhador na sala de comando e nas torres de controle dos pátios São Gabriel e Eldorado e no posto de comando de Vilarinho. 

A determinação atende parcialmente o pedido de liminar da Companhia Brasileira de Trens Urbanos (CBTU). A entidade queria que o metrô operasse com 100% da capacidade nos horários de pico. 

Em assembleia realizada na tarde desta quarta-feira (30), a categoria rejeitou proposta da CBTU de reajuste de 4,68% nos salários, não retroativo a maio de 2017, e a modificação de 14 cláusulas do acordo coletivo que retira direitos dos trabalhadores.

Uma nova assembleia está marcada para o próximo sábado (2), mas após a decisão liminar, segundo o sindicato, a reunião pode ser antecipada. O descumprimento acarretará multa diária de R$ 300 mil ao Sindicato dos Metroviários (Sindimetro-MG).