As pinturas do final do Século XVIII que retratam São Luís, rei da França, e São Eduardo, rei da Inglaterra, restauradas pela equipe da Fundação de Arte de Ouro Preto (Faop), serão entregues no dia 19 de março à igreja Nossa Senhora do Carmo, com cerimônia oficial composta de missa e exposição das obras em Ouro Preto.

O trabalho, que durou aproximadamente um ano, contou com a participação de 12 restauradores, além do professor e coordenador responsável Silvio Luiz de Oliveira. As telas encontravam-se com pequenos danos, como rasgos, diminuição da pigmentação, telas amareladas, abrasionadas, respingos de tinta e deformações de planos.

O professor destacou a satisfação em participar de um trabalho tão importante como a recuperação de obras sacras “Foi um prazer ver o resultado na recuperação das telas, trabalhar com as técnicas do curso de restauração e com o apoio da comunidade carmelita, que nos recebeu muito bem”, destaca.

Cuidados
A restauração das obras foi realizada em um ateliê montado no consistório da Igreja Nossa Senhora do Carmo, que no dia da entrega terá suas portas abertas para visitação, após a missa que será celebrada às 8h30 pelo padre Marcelo Santiago, pároco do pilar e reitor da basílica.

Segundo as técnicas em conservação e restauro Ana Paula Mendes e Ludmila Ribeiro, a decisão de montar o ateliê na própria igreja foi tomada para evitar que qualquer outro dano ocorresse devido ao transporte das obras, além de difundir a importância do trabalho para a comunidade, que pôde acompanhar todo a restauração.

São Luís
São Luís, também conhecido como Rei Luís IX, governou a França de 1226, sucedendo seu pai Luís VIII, até a sua morte, em 1270, no norte de África. Durante sua administração, o país europeu passou por um período de paz e prosperidade, mas também uma época de forte influência religiosa, zelando pelos pobres e proibindo a prostituição e o jogo.


O santo também foi o responsável pela construção de algumas das igrejas mais famosas do país. Entre elas se destaca a Sainte-Chapelle, de arquitetura gótica, com belos vitrais e rosáceas.

Luís IX foi canonizado pelo Papa Bonifácio VIII, em 1297, e serviu como modelo de monarca cristão, tendo inspirado o nome de diversos outros reis franceses, como Luís XIII, o Justo, e Luís XVIII, o Desejado.

São Eduardo
Eduardo, o Confessor, foi rei da Inglaterra de 1042 até a sua morte, em 1066. Tratado como um rei dinâmico, engenhoso e às vezes impecável, Eduardo era conhecido por ter vivido uma vida santa e por ser um confessor da fé cristã. Contudo, ele não foi tratado como um mártir, o que o diferenciou de seu avô, Eduardo, o mártir.

São Eduardo foi canonizado, em 1161 pelo Papa Alejandro III, sendo o primeiro anglo-saxão e o único rei inglês a ser santificado pela Igreja Católica.