Marcada para entrar na avenida neste sábado (7), às 13h, a quarentona Banda Mole teve que recuar por medida do Corpo de Bombeiros que constatou problemas na estrutura do evento, no fim da manhã. Cerca de 5 mil foliões já estavam concentrados no local apenas aguardando a liberação da corporação para desfilar, o que não ocorreu de acordo com o presidente da Belotur, Mauro Werckema.

Segundo ele, a quarentona está com uma pendência relacionada ao licenciamento dos Corpo de Bombeiros. A Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) tentou solucionar o problema para que o desfile não seja prejudicado, mas não obteve sucesso. De acordo com os bombeiros, o desfile foi interditado após vistoria realizada por volta das 10h. Integrantes da corporação constataram que o projeto de sistemas de prevenção contra incêndios e pânico não havia sido implementado.

De acordo com os bombeiros, esse projeto inclui itens como sinalização de emergência e ambulância e a presença de um brigadista. Sem os itens discriminados pela corporação o evento não acontece.