A Rede Municipal de Educação de Belo Horizonte vai abrir mais 1.296 vagas de tempo integral para crianças de 0 a 5 anos já a partir do ano letivo de 2017, que começa em fevereiro. A decisão foi tomada nesta quarta-feira (4) em uma reunião entre o prefeito Alexandre Kalil e os secretários municipais de Governo, Paulo Lamac, e de Educação, Ângela Dalben.

As novas vagas serão abertas em 31 Unidades Municipais de Educação Infantil (Umeis) em áreas de vulnerabilidade social, em 81 salas que estavam ociosas. Segundo Ângela Dalben, o objetivo é atender a uma demanda reprimida da população. “Priorizamos as vagas de tempo integral nas áreas de risco, porque nesses lugares os pais precisam que as crianças fiquem o dia todo na escola, para que eles possam trabalhar”, afirma.

A secretaria explica que não serão abertas novas inscrições para preencher essas vagas. Elas serão ocupadas por pessoas que já estão em listas de espera da Prefeitura de Belo Horizonte (PBH). Até o momento, a capital contava com um total de 40.027 vagas para crianças nessa faixa etária, agora serão 41.323. Para colocar essa decisão em prática, a PBH gastará em torno de R$16 milhões por ano.

Leia mais:
MEC estabelece prazos para credenciamento de instituições de ensino superior
Prazo para pré-inscrições do meio passe em BH termina no dia 31
Projeto incentiva a leitura em escolas e transforma a vida de alunos