A Prefeitura de Belo Horizonte intensificou as ações de prevenção contra a febre amarela. A partir desta segunda-feira (13), a capital recebe mais um posto extra de vacinação: o Centro de Saúde Noraldino de Lima, na região Noroeste. Com isso, a população passa a contar com três unidades extras para imunização contra a enfermidade. Todos atendem de segunda a sexta-feira com horário de funcionamento ampliado. 

A UPA Venda Nova funciona para vacinação das 7h30 às 20h30 e o CEREST Barreiro de 8h às 20h30. O serviço extra de imunização do Centro de Saúde Noraldino de Lima atende a população das 9h às 20h30, sendo que a unidade encerra atendimento para consultas, farmácia, e outros atendimentos às 17h.

Além do horário estendido nestas unidades, a Região Oeste conta também com outro posto extra, instalado no Centro de Saúde Betânia (Rua Canoas, 678). O horário de funcionamento é de 9h às 17h30.

Regras

Para receber a vacina é necessário apresentar um documento de identificação e, se possível, cartão de vacinação. Idosos acima de 60 anos que nunca foram vacinados ou sem comprovante de vacinação deverão ser avaliadas clinicamente pelo médico, sendo levado em consideração o risco da doença e o risco de eventos adversos nessa faixa etária ou decorrente de comorbidades. 

Estes pacientes podem realizar a consulta médica na própria unidade de saúde onde é referenciado, seguindo o fluxo de agendamento de consultas, ou a partir do acompanhamento na rede especializada.

Outra recomendação é para a vacinação das crianças. Para garantir a imunidade de bebês, a vacina será aplicada a partir de 6 meses, sendo necessário a repetição da dose aos 9 meses, respeitando o intervalo mínimo de 30 dias entre as doses. Após esse período, a criança deverá receber o reforço aos 4 anos de idade.

Casos

Na capital não há nenhum caso da doença confirmada em humanos, mas a presença de epizootias requer atenção, por indicar a circulação do vírus da febre amarela em nossas matas. “A vacina é a principal forma de prevenção, por isso, quem ainda não tomou as duas doses da vacina, ou quem tomou apenas uma há mais de 10 anos, deve procurar um dos postos para se imunizar”, ressaltou a gerente de Vigilância em Saúde e Informação, Lúcia Paixão.

Neste ano, mais de 515 mil pessoas já tomaram a vacina na capital, o que corresponde a aproximadamente 80% da população adulta. Já a cobertura da população até 4 anos é de 98%. A vacina faz parte da rotina do calendário vacinal e está disponível durante todo o ano nos 152 centros de saúde, no Serviço de Atenção ao Viajante (Rua Paraíba, 890) e nas unidades conveniadas: Sesc Saúde São Francisco, Sesc Tupinambás, Hospital Militar, IPSEMG, e Abertta Saúde.

É importante ressaltar à população que a transmissão da febre amarela no meio urbano ocorre através do mosquito Aedes aegypti. Por isso, as ações de controle são para eliminar os objetos que acumulem água parada e favorecem no ambiente o desenvolvimento das larvas do mosquito.

Endereços dos postos extras:

UPA Venda Nova: Rua Padre Pedro Pinto 175 – Venda Nova

CEREST – Barreiro: Rua Pinheiro Chagas, 125 – Barreiro

Centro de Saúde Noraldino de Limas - Avenida Amazonas, 4373 – Nova Suissa

Leia mais:
Belo Horizonte terá postos extra de vacinação contra febre amarela
Barreiro terá posto extra de vacinação contra febre amarela; UFMG prorroga imunização
Alerta provoca corrida pela vacina nos postos de BH

(Com PBH)*