Todos fantasiados com muita purpurina, dançando e cantando ao ritmo de músicas animadas. A diferença deste para outros blocos é que tudo acontece sobre duas rodas. Nesta quinta-feira (23), o Bloco da Bicicletinha completará o seu quarto carnaval e puxará os foliões a partir das 21h, na Praça da Liberdade, com mais de 10 carretas que carregarão toda a estrutura do grupo.

“Quando a gente começou, tínhamos apenas uma carreta de som. Este ano, a gente espera mais ou menos mil pessoas na concentração e entre 500 e 600 bicicletas quando sairmos para pedalar”, conta Túlio Castanheiras, um dos organizadores do evento.

O bloco surgiu no carnaval de 2014, quando alguns amigos, que já pedalavam, decidiram curtir a folia de maneira diferente. No início, segundo Túlio, ideia não era levantar discussões sobre mobilidade urbana, mas com o tempo, o encontro foi tomando um viés político. “Hoje é algo mobilizador da causa da bicicleta. Algo que estimula a cultura da bike”, explica.

Este ano, o diferencial serão luzes negras e neon colorido enfeitando as carretas de som. “A ideia é que as pessoas venham vestidas com muita cor, e enfeitem suas bicicletas com luz também. Algumas virão vestidas de branco para refletir as luzes e colorir as ruas”, diz Túlio.

Os organizadores transmitirão o som via rádio FM, para que todos os ciclistas possam sintonizar a frequência e ouvir música mesmo longe das carretas de som. A música será transmitida por uma antena de 15 watts para garantir qualidade e diversão.

A estrutura completa do bloco é feita à mão pelos organizadores sem apoio financeiro. O Bloco da Bicicletinha está cadastrado nos eventos da Prefeitura de Belo Horizonte e tem o apoio da BH em Ciclo - Associação dos Ciclistas Urbanos de Belo Horizonte.

Leia mais:
BH tem 18 blocos de rua nesta sexta-feira de Carnaval; confira todos
Foliônibus, rotativo liberado e metrô: veja as opções de transporte para curtir o Carnaval
Folião protegido: PBH distribui um milhão de camisinhas para barrar doenças no Carnaval