Compartilhada pelos familiares nas redes sociais, a campanha organizada com o objetivo arrecadar fundos para pagar o translado do corpo do mineiro Fabrício da Silva Santos, encontrado morto na fronteira do México e EUA, já arrecadou mais de R$ 11 mil - o objetivo era alcançar os R$ 10 mil. 

O corpo do jovem, natural de Ganhães na região do Vale do Rio Doce, foi encontrado em Díaz Ordaz, no estado de Tamaulipas, no México. O brasileiro tentava fazer a travessia ilegal para os Estados Unidos pelo famoso Rio Bravo, que separa o país do Texas.

Mineiro de Guanhães é encontrado morto na fronteira entre México e Estados Unidos

Carta da esposta

Segundo a Rádio Itatiaia, Monike da Paz, esposa de Fabrício divulgou uma carta após a morte do marido. Nela, Monike conta que os dois haviam atravessado o México há 6 meses, mas foram presos nos Estados Unidos. Ainda de acordo com o relato, a imigração havia liberado Monike e seu filho, que foram acolhidos por amigos e familiares.

Confira a carta na íntegra:

"Quando resolvemos deixar o Brasil, colocamos nos sonhos no coração e um objetivo na cabeça "viver o sonho americano". Atravessamos o México há 6 meses, com um filho no colo e um desejo de realização! Infelizmente a vida nos surpreendeu fomos presos, a imigração liberou somente eu e meu filho! Fui acolhida por amigos e familiares.

O que me mantinha de pé era olhar para o rostinho do meu filho e a expectativa de rever meu marido! Nesses seis meses ele tentou duas vezes a travessia, agora não só pelo sonho americano, mas também para estar perto do nosso filho de 1 ano e da família. Infelizmente, na última tentativa, recebemos a notícia que ele estava preso na terça-feira, e ontem [sexta-feira] que ele estava morto.

Ter o meu marido pai do meu filho morto dentro de um carro totalmente deformado, não acabou o "sonho americano", acabou uma família, a minha, e duas que deixamos pra trás a minha e a dele! Não temos condições de buscar o corpo no México para enviar ao Brasil. Quero dar ao meu marido o pai do meu filho, ao ser humano sonhador que pagou com a própria vida pelo sonho americano (sic)"