Um casal foi preso na madrugada desta sexta-feira (26), na BR-116, em Leopoldina, na Zona da Mata, suspeitos de receptação de veículo roubado. Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizavam blitz de rotina no KM 768 quando o condutor recebeu ordem de parada.

Segundo a corporação, a caminhonete VW Amarok era conduzida pela mulher de 43 anos, que não possui Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O homem, de 51 anos, que é companheiro da mulher, afirmou aos policiais que era proprietário do veículo.

Ao verificarem a documentação, os agentes descobriram que a caminhonete, que tinha placa da cidade de São Roque (SP), estava com a numeração de chassi adulterado. Para a polícia, o suspeito disse que havia adquirido o veículo em 2014, na cidade de São Gonçalo (RJ). Porém, consta no sistema que a caminhonete havia sido roubada em 2013 no Rio de Janeiro (RJ).

A dupla foi presa em flagrante e pode responder pelos crimes de receptação de produto roubado, uso de documento falso e dirigir sem habilitação. Os dois foram encaminhados para a Delegacia de Polícia Civil de Leopoldina.