No dia 21 de março é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down. E talvez por um 'empurrãozinho' do destino, um casal com down decidiu dar "um passo a mais" na relação. Na semana passada, Eduardo Gontijo, mais conhecido como Dudu do Cavaco, resolveu pedir a mão da namorada Vitória Rosa em casamento.

Juntos há mais de dois anos, eles se conheceram através do Instituto Mano Down, inicialmente criado para ajudar no desenvolvimento de Dudu. Porém, o projeto cresceu e acabou abrangendo outras pessoas com down que moram em Belo Horizonte.

Sonho

Para surpreender a então namorada, Dudu contou com a ajuda da 'Quer Casar Comigo', empresa mineira especializada em pedidos e "repedidos" de casamento. O estabelecimento ficou responsável por organizar os preparativos para que tudo ocorresse como o esperado.

Vestido à caráter e trazido por um motorista particular, Dudu chegou ao restaurante onde ocorreu o pedido e onde Vitória já o aguardava. A moça, que não sabia de nada, foi levada ao local pela mãe, cúmplice na história. Ao som de "Como é grande meu amor por você", tema do relacionamento e entoada pelo então namorado, Vitória foi surpreendida e, enfim, pedida em casamento.

Nathália Ulhoa, diretora e sócia da 'Quer Casar Comigo', revelou que o pedido foi completo. “Claro que não faltou o noivo de joelhos", contou. Dudu foi às lágrimas após o sonhado "sim" de Vitória. "Foi um momento muito especial. Chorei muito e quase não aguentei de tanta emoção. Estamos muito felizes", relatou emocionado. Após o pedido, o casal comemorou com um jantar à luz de velas. A data ainda não foi marcada.

Veja o vídeo do pedido:

Dia Internacional da Síndrome de Down

No próximo dia 21 é comemorado o Dia Internacional da Síndrome de Down. A data foi estrategicamente escolhida, já que 21/03 remete ao cromossomo 21, que deveria ser formado por um par, mas que, nas pessoas com down, aparece com três exemplares (trissomia). O dia foi estabelecido como forma de dar visibilidade ao tema e reduzir a origem do preconceito, que vem da falta de informação ou informação incorreta.

O fundador da Mano Down, Leonardo Gontijo, criou a instituição pelo mesmo motivo. “Ocupamos os espaços, mostramos a cara e divulgamos as pessoas com down para reforçar que ser diferente é normal. Esse projeto é uma oportunidade para mostrar que eles podem realizar sonhos, coisas que há algum tempo jamais era esperado."

Ele ainda falou sobre o noivado de Dudu e Vitória, reforçando a ideia de que somente assim é possível vencer o preconceito. "Com o exemplo do apoio da 'Quer Casar Comigo' no pedido de casamento, mostramos para outras famílias que o amor não conta cromossomos e que essas pessoas podem sonhar e realizar. É muito bom empresas apoiarem e divulgarem, principalmente porque é assim que vamos mudar o preconceito na sociedade”, ressaltou.


* Colaborou Bárbara Rodrigues, sob supervisão de Renata Evangelista