O que era para ser uma "declaração de amor" terminou em confusão nessa quarta-feira (11), em Poços de Caldas, no Sul de Minas. Uma lanterna caseira foi confundida com uma bomba e o esquadrão especializado do Bope teve que ser acionado pela polícia local.

O caso aconteceu por volta das 22h30, quando uma mulher de 43 anos acionou a Polícia Militar relatando um objeto estranho com uma luz pendurado em seu padrão de energia. Ao chegar ao local, a PM encontrou o objeto roliço e amarelo com uma luz verde e não conseguiu identificar o que era. A área, que faz parte de um prédio residencial, foi isolada e o Bope foi acionado.

Por muito pouco o esquadrão não se mobilizou em Belo Horizonte para a cidade no Sul de Minas. Algum tempo depois, um homem de 32 anos com quem a mulher havia se relacionado por um certo tempo apareceu e assumiu que foi ele quem havia deixado o objeto e que este se tratava de uma lanterna caseira, um presente para ela.

De acordo com a PM de Poços de Caldas, o homem chegou bastante agitado e agressivo e teve até mesmo que ser algemado pelos policiais. Depois de prestar depoimento no local, ele acabou liberado.