Descobrir a própria sexualidade durante a adolescência não é fácil para muitos gays, lésbicas e transexuais. Felizmente, com a internet, muitos jovens podem ter acesso a um vasto mundo de informações e ter contato com várias pessoas que levam as histórias de suas vidas para o mundo virtual.

No Dia Internacional de Combate à LGBTfobia, o Hoje em Dia elencou sete canais do Youtube que tratam da diversidade sexual e de gênero de maneira divertida e esclarecedora, contribuindo para quebra de tabus e preconceitos, cada um a sua maneira. Vídeos que merecem ser assistidos por todas as pessoas, independentemente de orientação sexual ou de gênero. Confira:

1) Para Tudo, por Lorelay Fox

Com 452 mil inscritos no canal Para Tudo, Lorelay Fox é uma das drag queens mais populares da internet e da TV, graças ao programa “Amor e Sexo”, da Globo, do qual participou. Lorelay é criação do publicitário Danilo Dabague, de 29 anos, de Sorocaba, e chama a atenção por tratar de assuntos ligados à comunidade LGBT de forma bem didática e divertida.

 

2) Põe na Roda

Canal bastante popular de notícias relacionados ao universo LGBT. Abusando do humor, Pedro HMC conquistou mais de 111 milhões de visualizações em quatro anos de publicações. Os novos vídeos são postados às quintas-feiras.

 

3) Canal das Bee

Criado por Jessica Tauane e Victor Larguesa, o Canal das Bee se tornou uma referência para as pessoas que querem conhecer melhor o universo LGBT. Em vários vídeos, os apresentadores respondem a dúvidas de internautas. Com conhecimento e humor, o canal contribui para a luta contra o preconceito. Existe desde 2012 e possui quase 32 milhões de visualizações e 347 mil inscritos.

 

4) Louie Ponto

Com uma fala carinhosa e delicada, Louie Ponto explica de maneira mais aprofundada (mas, ao mesmo tempo, bem acessível e didática) assuntos que envolvem a homossexualidade e o feminismo. São 401 mil inscritos.

 

5) Spartakus Santiago

Gay, negro e nordestino, Spartakus Santiago leva para o Youtube questões que envolvem as minorias. Um publicitário que soube usar bem a internet para levantar questões importantíssimas referentes aos direitos humanos. O canal possui quase 53 mil inscritos.

 

6) Lucca Najar

Lucca é um rapaz trans de Belo horizonte que tira dúvidas sobre transexualidade em um canal de vídeos há dois anos. Ele explica como é o processo de transformação de gênero e responde a questões que dão nó na cabeça de muita gente, como “homem trans menstrua?” O canal tem mais de 70 mil inscritos e 3 milhões de views.

 

7) Hdiário, por Gabriel Comicholi

Gabriel Comicholi descobriu que tem HIV e resolveu abordar o assunto delicadíssimo (e tabu para muita gente) em um canal. Além de esclarecer muitas dúvidas referentes a homossexualidade e soropositividade, o apresentador também trabalha a conscientização sobre o uso da camisinha. O canal tem 31 mil inscritos.