Criar campanhas e pensar estratégias de divulgação são as principais funções dos publicitários. E quanto mais preparados para o mercado de trabalho, melhor. Para reforçar esse aprendizado, as Faculdades Promove abrem, neste semestre, um novo estúdio de rádio e televisão para complementar os estudos e as práticas realizadas nas disciplinas do curso de publicidade e propaganda da instituição.

“Queremos que os estudantes, já nos primeiros períodos, tenham contato com a prática no estúdio. Assim, eles conseguirão colocar em ação o conteúdo abordado em sala, com edição de VTs (videoteipes), roteirização de vídeos e construção de histórias e narrativas”, explica o coordenador do curso, Diogo Isoni.

No estúdio será possível roteirizar, produzir, gravar e editar vídeos e áudios para peças publicitárias

Entre os alunos, muita expectativa para começar a usar o laboratório. É o caso de Luís Guilherme Pereira dos Santos, de 28 anos, do 7° período, que já estagiou como roteirista em uma produtora de vídeo. “É uma oportunidade fantástica que nós temos de treinar para fazer um trabalho audiovisual de qualidade no mercado”, diz.

Destaques

Na avaliação de Maviane dos Santos, de 22 anos, também do 7° período, um dos pontos fortes da graduação do Promove são os professores com boa formação acadêmica e que atuam no mercado. “Eles sabem como é o dia a dia do publicitário, podendo trazer para a sala de aula questões que não aparecem somente na teoria”, afirma.

A estudante destaca que os alunos têm a oportunidade de realizar projetos completos de campanhas e divulgação de empresas na disciplina de agência experimental. Na matéria, os universitários atendem pequenas empresas ou ONGs que precisam de consultoria. O serviço é gratuito e supervisionado por professores. “Eles fazem todas as práticas que uma empresa deve adotar com o cliente final, como atendimento, planejamento de comunicação, execução do projeto etc”, explica Diogo Isoni.

Por semestre, ingressam 60 estudantes no curso; as aulas são no período noturno

Na prática

O grupo de Maviane escolheu assessorar a abertura da empresa de uma artesã. “Criamos a marca, o nome, pensamos em estratégias de venda e inserção no mercado de artesanato de BH”, conta a aluna. 

Além de ajudar pequenos comerciantes, ela destaca que a atividade foi essencial para que pudesse praticar os conceitos estudados. “Consegui entender melhor como criar campanhas nas redes sociais e gerenciar páginas empresariais”, avalia.

Para quem está concluindo a graduação, um horizonte amplo. O futuro publicitário pode atuar em agências, produtoras audiovisuais, gráficas, departamentos de marketing e comunicação de grandes empresas, como jornais, revistas e empresas on-line. Além disso, aprendem a realizar consultorias em comunicação, organizar eventos e assessorar projetos na web.